- Publicidade -

More

    Rapper Kendrah conta que afastamento do mercado musical deve-se à depressão após ver suas fotografias íntimas vazadas

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    A rapper angolana Kendrah, que esteve algum tempo longe do mercado musical, declarou, nesta Quarta-feira, na rubrica “Café da Manhã”, do programa Dia Alegre, que o título do seu EP “Liberta”, lançado recentemente, marca o recomeço da sua vida, visto que, aos 17 anos, viveu momentos conturbados após ver as suas fotografias íntimas vazadas nas redes sociais.

    A artista referiu que tal acção, protagonizada por um cidadão de má-fé, deixou-lhe abalada e depressiva por muito tempo, e não havia motivos para recomeçar porque se sentia coagida, chantageada, atacada e envergonhada por conta do sucedido.

    “Infelizmente pessoas de má-fé tiveram acesso às imagens do meu telefone, na altura ainda tinha 17 anos, já lá vão 7 anos e hoje tenho 24 anos, eu sofri chantagens, tentaram fazer ameaças e eu deixei de cantar, deixei a minha carreira musical de lado por causa dessa situação, me sentia exposta, vi minha intimidade violada”, lamentou.

    Kendrah justificou, por outro lado, que sempre que lançasse uma música ou tivesse um projecto, os ataques começavam e de certa forma deixava-a cabisbaixa e sem ânimo para prosseguir.

    “Sempre que eu lançasse alguma música ou lançasse algum projecto, sempre que fosse à televisão, essas mesmas pessoas faziam notícias falsas simplesmente para me baixar”, disse.

    De acordo com a agenciada da produtora Pirline, o EP comporta seis faixas e traz uma capa ousada para dar a liberdade do público criticar novamente, tal como é de praz.

    “Eu já me importei durante muito tempo com as críticas do público mas hoje são coisas que já não me afetam, fazendo bem ou mal as pessoas sempre vão criticar. Os mesmos que criticam não sabem das vezes que chorei e tive crises de ansiedade, as pessoas que criticam não viram todas as vezes que tentei tirar a minha própria vida, eu fiz essa capa para tirar o poder das pessoas que acham que ainda me podem atingir com falhas do passado. Tenho o apoio e suporte das pessoas que me amam e isso é o mais importante, porque essas pessoas sim sabem o meu verdadeiro carácter e não será uma foto que vai me definir. Ouçam a música Espírito do Bem”, rematou.

    Por: Augusto Hossi

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Lurhany esclarece polémicas que envolvem seu nome e de Prodígio

      Por: Liliana Victor  Após terem circulado nas redes sociais um post feito supostamente por Lurhany, que dava conta de que a sua música "Tou na...

    Guelmo Cruz diz que Anselmo, C4 Pedro, Big Nelo, Pérola e Gerilson Insrael fazem parte do leque de cantores angolanos considerados ricos  

    Por: Sérgio Flávio   Na perspectiva de Guelmo Cruz existe um leque de artistas angolanos que podem ser considerados ricos exclusivamente pelos ganhos da música.  Para Guelmo,...

    Lurhany diz que já sofreu preconceito por ter cabelo comprido 

    Por: Liliana Victor  Ter cabelo cumprido é, muitas vezes, das maiores dificuldades que os rapazes enfrentam quando se dirigem a uma instituição pública ou privada....

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto