- Publicidade -

More

    Road Show Blue: Yola Araújo e Big Nelo animam o Uíge

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Sala cheia, emoção e muita expectativa antes do início do espetáculo da “Blue Road Show” realizado sábado, na cidade do Uíge, numa organização dos refrigerantes Blue e da Zap, empresa de distribuição de canais televisivos por satélite.

     

    Ao som do DJ Big Renas, vários músicos subiram ao palco do Cine Ginásio, como os artistas locais B Strong, Negra e Da Paizão. O grupo de dança Ablez Boy’s antecedeu a atuação de Cage One que ao interpretar os temas “Angola dream boy’s”, “Coisa mais rara”, e “Para lhe dar lean back” arrancou aplausos à platéia constituída por mais de três mil espectadores.

     

     

    Yola Araújo fez dançar e vibrar os assistentes com os temas mais conhecidos do seu repertório, com maior realce para “Quadradinha”. Também cantou para as centenas de pessoas que acorreram ao Complexo Turístico Casa Toy, na madrugada de domingo.

     

     

    “É reconfortante quando recebemos muito amor e carinho dos nossos fãs, porque é sinônimo de reconhecimento do nosso trabalho. Até dá vontade de voltar r mais vezes à província do Uíge”, confessou Yola Araújo entusiasmada com o apoio dos espectadores.

     

    Big Nelo, considerado o ícone do estilo rap no país, foi a principal atracção da noite. Conhecido pelos seus adeptos como o símbolo da “Karga”, Big Nelo interpretou alguns dos seus grandes sucessos, como “Big Big Big”, “Karga”, “Meu próximo passo” e “Quem será”. O momento foi de muita folia e o Disco Jockey da noite esteve atento, desligou o som da aparelhagem para permitir que a multidão soltasse a voz, para acompanhar o músico. “Foi muita karga. Deu para perceber que o show esteve repartido entre eu e os adeptos. Deu para sentir que eles continuam comigo em todos cantos do país e devo apenas agradecer a Deus e aos meus admiradores por tudo”, disse.

     

     

     

    Big Nelo reconheceu que o estilo rap no país está a viver momentos de glória e de reconhecimento. O antigo integrante dos SSP disse ao Jornal de Angola que este género musical deixou de ser encarado como um estilo apenas para meliantes, consumidores de drogas, e actos de vandalismo.

     

     

    “O estilo rap em Angola está a crescer nas suas mais diversas vertentes. Seja ele feito de forma genuína ou com fusões, até porque os americanos também já fazem fusões destes estilos com outros géneros musicais. E se compararmos o rap feito há 20 anos, altura em que os SSP começaram a divulgar este estilo no país as mudanças são abismais”, sublinhou.

     

     

    Axel Joca, responsável pela tournée da Blue, disse que o objectivo principal é levar as grandes vozes angolanas ao interior do país.

     

    “Nem sempre os organizadores de espectáculos nas províncias têm a oportunidade ou possibilidade de levarem para as suas regiões grandes nomes da música nacional, por isso é que a Blue tem procurado levar, todos os anos, diversão a muitos pontos do país”, concluiu.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Pedro Yaba leva “simbiose” em obras de arte e fotografias ao MIREMPET

    Por: Ernesto Jaime A forma incansável dos trabalhadores mineiros transformarem a pedra bruta em belas esculturas de mármores, o diamante bruto em refinadas jóias, petróleo...

    Osvaldo Palhares assina contrato com renomada agência Gloss Model em São Paulo

    O talentoso músico e actor angolano, Osvaldo Palhares, está dar um grande passo na sua carreira artística ao assinar um contrato com a prestigiada...

    4ª edição dos “Prémios Tigra Nova Garra” reconhece 28 profissionais em diferentes áreas de actuação

    Os Prémios “Tigra Nova Garra” já fazem parte da agenda dos grandes eventos anuais que reconhecem talento, criatividade, esforço e compromisso social dos jovens...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto