- Publicidade -

Visit arnan.me
More

    Saiba sobre as experiências dos apresentadores do Programa “É de Casa”, exibido pela Rede Globo

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Por: Iraneth da Cruz

     

    É de Casa é um programa brasileiro de televisão dirigido por seis apresentadores, nomeadamente Zeca Camargo, Patrícia Poeta, Tiago Leifert, Ana Furtado, André Marques e Cissa Guimarães, programa esse que é exibido nas manhãs de sábado desde o dia 8 de Agosto do ano passado.

     

    Em cada programa, dos seis apresentadores, duas duplas se trocam na apresentação, onde são dadas informações jornalísticas, dicas de estilo de vida, assuntos que ocorrem durante a semana, além de participações de convidados especiais. Os telespectadores também participam do programa, ligando ou através das redes sociais. O cenário do programa é dividido em cómodos, dando a informalidade de uma casa onde todos podem participar e interagir.

     

    Em entrevista com Cissa Guimarães, Ana Furtado e Tiago Leifert, cada um falou da sua experiência em apresentar um programa onde se fala de tudo que acontece dentro de uma casa. Um programa onde os apresentadores apresentam alguns problemas que acontecem em casa e muitas das vezes os telespectadores enviam solução dos mesmos.

     

    Questionada sobre apresentar um programa com mais 5 pessoas facilita ou dificulta o trabalho, Cissa Guimarães respondeu dizendo que não vê problema nenhum nisso, até porque é bem melhor assim. “Eu não sou de pensar muito se facilita ou dificulta eu penso em métodos de trabalho diferente, partilhar é sempre bom. Como actriz que sou, não gostaria de fazer um monólogo em cena. Eu já fiz e não me diverti tanto não tenho vaidade em ter um programa só meu, não sei se teria tanta graça. Esse programa é muito longo, são 3 horas estar equilibrado é sempre um aprendizado porque a gente está trocando sempre experiência. Não vejo isso como um problema nem como uma facilidade. Eu penso como uma experiência nova em que a gente vai aprender”, explicou a actriz.

     
    e_de_casa.jpg

    “Ser actriz me ajuda muito como apresentadora. São vários aspectos que posso citar para vocês, por exemplo, o improviso, porque programa em directo às vezes acontece alguma coisa então a pessoa precisa improvisar, mas depois tem que voltar no seu personagem rapidamente. A apresentação, para mim, é uma coisa muito viva, muito cénica eu procuro fazer a apresentação mais livre, muito espontânea e simples é o caminho que estou seguindo e tem dado certo e tem me deixado muito feliz”, contou Ana Furtado.

     

    Já Tiago Leifert, disse: “Eu acho óptimo, acho bom apresentar com mais pessoas porque a gente divide as responsabilidades dos negócios, a gente tem ajuda quando erramos a gente se confunde tem alguém para ajudar, tem sempre apoio. Eu sempre apresentei sozinho no “Esporte” dá muito mais trabalho e é muito mais tenso. É muita responsabilidade apresentar sozinho”, concluiu o apresentador.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    TAAG põe fim a acordo com Hi-Fly e volta a assegurar na totalidade voos Luanda-Lisboa

    No seguimento do plano de manutenção e recuperação da frota e, no sentido de responder melhor às necessidades do mercado e a estratégia de...

    Hildebrando de Melo na 15º Bienal de Havana em Cuba

    A 15ª Bienal de Havana, que ocorrerá de 15 de novembro de 2024 a 28 de fevereiro de 2025, contará com a presença do...

    Florêncio Handanga homenageia legado musical do pai com lançamento de “Ya papa”

    Florêncio Handanga, filho do saudoso músico Justino Handanga, irá lançar uma nova música intitulada “Ya papa” no próximo dia 18 de Maio, como uma...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto