Schumacher arriscou-se para ajudar filha de amigo

0
176
Michael Schumacher terá deixado a pista de esqui onde seguia na companhia do filho de 14 anos, na região de Méribel, nos alpes franceses, para ajudar a filha de um amigo, acabando por cair e embater nas rochas. A informação é avançada pelo jornal alemão Bild, que reconstituiu o acidente e revela que o heptacampeão mundial arriscou-se para salvar a criança que terá caído na encosta.

O antigo piloto alemão, de 44 anos, afastou-se do grupo, indo cerca de 20 metros para além da área delimitada, mas não conseguiu manter o equilíbrio e acabou por se despistar, batendo com a cabeça de forma violenta nas rochas cobertas pela neve. 

Sabine Kehm, a porta-voz de Schumacher, disse ao Bild que a queda pode ser considerada um grande “azar”, uma vez que o piloto não se deslocava muito depressa quando caiu. Mas existem contradições nos relatos do incidente, uma vez que tanto a procuradoria como a direcção da estação de Méribel afirmaram que o antigo piloto esquiva a grande velocidade na altura do impacto. Algo que Sabine Kehm descartou: “Aparentemente, o seu capacete partiu-se, mas isso não significa que Michael esquiasse a grande velocidade”.

Após duas cirurgias ao cérebro, no Hospital de Grenoble, onde chegou em coma e com “um traumatismo craniano grave”, o estado de saúde do alemão mantém-se crítico, mas estável, o que pode ser considerado “uma boa notícia”, segundo a assessora do piloto. Schumacher, que completa amanhã 45 anos, encontra-se em coma induzido e o seu quadro clínico continua reservado ao fim de quatro dias de internamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui