- Publicidade -

More

    Segunda edição do Jazzing Luanda abrilhantada por vozes fantásticas

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Por: Sued de Oliveira

    A Bahia de Luanda foi mais uma vez palco de deslumbre e requinte musical por receber pela segunda vez o Jazzing,  “Festival de música alternativa organizado pela Showbiz” com intenção de promover o intercâmbio de artistas nacionais e de vozes doutras jurisdições e pontos do mundo.

    A semelhança da primeira edição,  a segunda edição do Jazzing reuniu três vozes de Alto calibre que encarregaram-se de proporcionar ao público uma corrente eufórica de emoções cada um a sua maneira.

    Pelo palco passou Selda fazendo-se acompanhar pela sua banda, que deu início ao evento de forma simples e expressiva,  sempre com os seus acordes ligeiramente suaves,  feito isso os presentes não  se mostraram indiferentes e presentearam-na com uma chuva de aplausos.

    A seguir tomou o comando do palco o moçambicano Stewart  Sukuma que veio substituir a cantora Ayo em grande estilo e nível de performance,  o músico interagiu de forma clara e divertida com o público deixando-os mais a vontades do que eles a ele, arrancou gargalhadas com as histórias que ia contando no decorrer da sua performance,  e confessou ter sido surpreendido pela recepção para lá de calorosa do povo angolano agradecendo à todos pelo carinho.

    A cereja no topo do bolo foi o grande Lokua Kanza que  fez um trabalho inquestionável e digno de aplausos em pé por várias vezes. Kanza trouxe consigo o seu grupo de músicos  que o auxiliou de forma assídua. Cada interpretação feita por si arrancou uma reação diferente aos espectadores que não souberam conter a emoção de ter um dos ícones da música alternativa africana a abrilhantar os ouvidos mangolés com a nossa Bahia de Luanda a testemunhar. O ponto mais alto do festival,  ficou pautado pelo dueto inesperado de Kyaku Kyadaff e Lokua Kanza com a conhecida faixa Meu Amor.  Tão emocionante foi o dueto que a pedido do público houve uma segunda interpretação do single.

    Lokua Kanza após a sua performance que encerrou o festival bianual de Jazz,  autografou cópias do álbum  “Nakozonga” e cedeu aos fãs um momento fotográfico.

     

    jazz_part2-5.jpg

    jazz_part2-2.jpgjazz_part2-14.jpgjazz_part2-9.jpgLokuaKanza-2.jpgLokuaKanza-3.jpgLokuaKanza-4.jpgLokuaKanza-5.jpgLokuaKanza-6.jpgLokuaKanza-7.jpgLokuaKanza-8.jpgLokuaKanza-9.jpgLokuaKanza-10.jpgLokuaKanza-11.jpgLokuaKanza-12.jpgLokuaKanza-13.jpgLokuaKanza-14.jpgLokuaKanza-15.jpgLokuaKanza-16.jpgLokuaKanza-17.jpgLokuaKanza-18.jpgLokuaKanza-19.jpgLokuaKanza-20.jpgLokuaKanza-21.jpgLokuaKanza-22.jpgLokuaKanza.jpg

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Casal presidencial passeia pelas dunas do Parque Nacional do Iona

         O Presidente da República andou de moto nas dunas do Parque Nacional do Iona. Um momento de descontracção com o qual lançou um...

    TAAG põe fim a acordo com Hi-Fly e volta a assegurar na totalidade voos Luanda-Lisboa

    No seguimento do plano de manutenção e recuperação da frota e, no sentido de responder melhor às necessidades do mercado e a estratégia de...

    Hildebrando de Melo na 15º Bienal de Havana em Cuba

    A 15ª Bienal de Havana, que ocorrerá de 15 de novembro de 2024 a 28 de fevereiro de 2025, contará com a presença do...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Visit arnan.me

    Mais como isto