Sergio aguero anuncia final da carreira em lágrimas

0
97

Acabou. Aos 33 anos, acabou. Foi um Sergio Aguero desfeito em lágrimas que anunciou esta quarta-feira, em conferência de imprensa, o fim da carreira de futebolista, devido a problemas cardíacos.

Perante familiares, companheiros de equipa, treinadores e dirigentes do Barcelona e velhos conhecidos de outros clubes que representou, o atacante explicou, em Camp Nou, que fez tudo para regressar mas não foi possível.

«Decidi deixar de jogar futebol. É um momento muito duro, mas em primeiro lugar está a minha saúde, devido ao problema que tive há um mês. Os médicos disseram-me que o melhor era deixar de jogar e tomei a decisão há dez dias. Fiz tudo o que era possível para ver se havia alguma esperança, mas não havia muita», começou por dizer.

«Estou muito orgulhoso e feliz pela carreira que tive. Desde os cinco anos que comecei a jogar à bola e a sonhar em chegar à primeira divisão argentina. Nunca pensei sequer chegar à Europa… Agradeço a todos: ao Independiente, onde me formei, ao Atl. Madrid, que apostou em mim com 18 anos, ao Man. City, pois sabem o que sinto pelo clube. E ao Barcelona, as pessoas foram incríveis. Sabia que vinha para a melhor equipa do mundo. E, por fim, agradeço à seleção argentina. Era o que mais amava», expressou.

Recorde-se que a 30 de outubro Kun Aguero sentiu-se mal no jogo do Barcelona contra o Alavés e teve de ser substituído, sendo-lhe depois diagnosticada uma arritmia cardíaca.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments