- Publicidade -

More

    "Sorrir para não chorar”

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Todos nós temos alguns assuntos pendentes com a vida, como se ela estivesse em dívida com todos.

     

    Essas dívida revelam-se nas perdas que acontecem durante a nossa longa( ou não) passagem.Todos temos perdas irrecuperáveis, que nós atormentam ou aprendemos a viver com elas.

     

     

     

    As perdas são varias desde a morte de um entequerido, um amigo que foi viver longe, uma amizade terminada, o fim de um relacionamento, até o insucesso pessoal.

     

    Desde a infância até então, quantas coisas a vida já nos tirou, quantas perdemos? Amigos de infância, brincadeiras, momentos, alegria na simplicidade, apenas ficam as lembranças…

    As perdas ensinam, educam, nos tornam pessoas melhores (ou não), porque não são todos que conseguem se erguer e continuar andando, levantar é fácil, o difícil mesmo é continuar em pé.

     

    Depois de passar por esses imprevistos mais previsíveis pela vida, como que por milagre alguns levantam e continuam a caminhada mais cautelosos e prudentes, bom para esses que recuperam e fazem disso um grande aprendizado, já outros continuam caminhando (ou fingem) e sendo brilhantes por fora, mas grandes amontoados por, como um enorme deposito de detritos dentro, porem isso tudo depende da maneira como nos olhamos para vida e ela para nós.

    Vivemos em busca de algo satisfatorio, todos sem exclusão, algo mate essa nossa insatisfação…

     

    Umas das perdas, se não a mais irreparável é a morte, ela arranca de nós o melhor e no melhor momento (muitas vezes). A morte é muito mais difícil pra quem fica e tem que aprender a viver sem o entequerido, é frustrante, as palavras ficam no ar sem nunca terem oportunidade de serem ditas, planos suspensos, quem já perdeu sabe disso.

     

    Aqueles que amamos nunca morrem porque continuam vivos em nós, apenas partem antes de nós.

     

    Mesmo perdendo tanta coisa, somos quase que obrigados a continuar, acordar de manhã, lavar o rosto e continuar a viver; porque a vida, essa continua quer você ria ou chore e ela nao espera por ninguém.

     

    Ninguém habitua-se em perder apesar, delas fazerem parte da vida e de serem as maiores marcas que carregamos em nós. Cada pessoa que parte, cada momento vivido, cada lugar, cada emoção, leva um pouco de nós, porque nós somos os livros que lemos, os amigos que temos, as música que ouvimos o lugar em que vivemos, as roupas que usamos, as palavras que usamos, tudo isso são partes de nós.

     

    Por: Ell Lourenço

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Dom Caetano aborda dissabores com Carina Santos: “Se a cópia não convence, a música se esquece”

    Dom Caetano, com sua sólida argumentação, detalhou os dissabores que enfrentou com a artista Carina Santos devido à reprodução da música intitulada “Sou angolano”,...

    Banco BCS lança o seu primeiro fundo de investimento

    O Banco BCS, arrancou ontem com a subscrição de um fundo fechado especial de investimento em valores mobiliários, no valor global de 5.000.000.000 Kz. Destinado...

    Angola ocupa 4.ª posição no Ranking Africano de Futsal

    Por Helder Lourenço Após a recente realização do CAN`2024, em Rabat, Marrocos, Angola se destaca ao conquistar a quarta posição no ranking da Confederação Africana...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto