- Publicidade -

More

    SSW pela primeira vez com actuação de uma banda ao vivo

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    SSW pela primeira vez com actuação de uma banda ao vivo

    O maior festival de Angola inovou e bateu o recorde de participantes, levando ao rubro mais de 3.700 aventureiros num fim-de-semana onde a boa onda, a espiritualidade e a preservação ambiental coexistiram em harmonia.  Pela primeira vez na sua história, o SSW (Social Surf Weekend), recebeu a actuação de uma banda ao vivo, um espectáculo que aconteceu no sábado, 14 de Outubro, com os Black Soul a abrilhantar a noite.

    Música à volta da fogueira com Wilmar Nakeni, Nayela Simões, Neusa Sessa, Frank Costa, Jackes Di e Simba; mix pelos DJ Nilson, DJ Joey Gomez e DJ Mauro Mix; stand up comedy com o Agente Formiga, foram os momentos altos da animação protagonizada por artistas de três províncias Angolanas. «Esta foi a forma de homenagear as duas centenas de aventureiros oriundos do Namibe, Lubango, Huambo e Benguela, que se deslocaram a Cabo Ledo com o apoio da Macon», frisa Deborah Almeida, do Social Team Angola.

    Também nas actividades de praia se registaram recordes, com largas dezenas de festivaleiros a aderir às sessões de meditação e aulas de yoga, e uma grande afluência nas inscrições para as esculturas na areia.

    surf448-2 surf448-3 surf448-4 surf448-5 surf448-6 surf448-7 surf448-8 surf448

    Organizado anualmente pelo Social Team Angola, sempre no segundo fim-de-semana de Outubro, o SSW é um festival que alia a cultura de surf à espiritualidade e à sustentabilidade, muito focado em actividades para toda a família e na educação para a “praia limpa”. «Temos vindo a registar, desde a sua primeira edição, em 2013, um crescente número de participantes. Este ano batemos o recorde, ultrapassámos os 3.700 e a Praia dos Surfistas tornou-se pequena para acolher o SSW», explica Deborah Almeida, do Social Team Angola, fazendo um balanço muito positivo desta edição.

    SSW faz novos campeões

    “Terríveis da Onda” venceram a quinta edição do SSW, numa competição de surf que teve lugar na manhã de domingo, último dia de festival. “Sobrinhos dos Terríveis Jagas”, como são apelidados no local, a competir há

    apenas três anos, os novos campeões destronaram os “Terríveis Jagas de Cabo Ledo”, tricampeões do SSW, competiram com franceses e israelitas, e brilharam numa praia pequena para acolher tantos festivaleiros.

     O segundo lugar foi ocupado pela formação “Bizuka La Pipuca”, tendo os “Terríveis Jagas de Cabo Ledo” ocupado a terceira posição, seguidos pelo “Projecto Ubunto” e pelos “Franchs”.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Dom Caetano aborda dissabores com Carina Santos: “Se a cópia não convence, a música se esquece”

    Dom Caetano, com sua sólida argumentação, detalhou os dissabores que enfrentou com a artista Carina Santos devido à reprodução da música intitulada “Sou angolano”,...

    Banco BCS lança o seu primeiro fundo de investimento

    O Banco BCS, arrancou ontem com a subscrição de um fundo fechado especial de investimento em valores mobiliários, no valor global de 5.000.000.000 Kz. Destinado...

    Angola ocupa 4.ª posição no Ranking Africano de Futsal

    Por Helder Lourenço Após a recente realização do CAN`2024, em Rabat, Marrocos, Angola se destaca ao conquistar a quarta posição no ranking da Confederação Africana...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto