- Publicidade -

More

    Suposto Autor do crime confessa homicídio voluntário de Jorge Valério

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    “Quero empacotar o meu namorado, ou seja eliminá-lo fisicamente”. Foi com essa ordem de comando que provalmente  segundo a policia e Teodoro que Jessica deu a ordem para eliminar Jay jay.

    Um dos  propensos autores do crime   de Jorge Valério Coelho da Cruz “Tucho” ,  João Mateus “Teodoro”  No Mês de Setembro de 2012 , declarou estar  arrependido  por ter ter participado no crime que que chocou a sociedade angolana nos últimos tempos.

    João Mateus “Teodoro” disse aos jornalistas  , terem sido contratados para eliminar fisicamente Jorge Valério da Cruz “Tucho”, ex-namorado de Jéssica Coelho.

    Referiu que no encontro que mantiveram com Jéssica Coelho, a mesma de imediato utilizou a seguinte expressão: “Quero empacotar o meu namorado, ou seja eliminá-lo fisicamente”.

    Disse ter indagado a ela se realmente estava preparada psicológica e espiritualmente para tamanha empreitada, ao que respondeu que sim. De imediato, solicitaram um adiantamento de 500 dólares norte-americanos, cedido prontamente.

    Segundo referiu, o suposto marginal, posteriormente deslocaram-se ao bairro Cruzeiro onde, em companhia com os seus comparsas, pegaram em Jorge Valério e meteram o mesmo no interior de uma viatura e levaram-no até as imediações do Estádio 11 de Novembro, onde o espancaram até a morte.

     “Espancámo-lo com pedras, blocos, paus, entre outros, e só assim é que acabou por sucumbir (…)”, confessou.

     Adiantou que após a consumação do acto, retiraram-se do local do crime e foram ao encontro de Manuel Lima “Bravo” (motorista da família de Jéssica), para a recepção da primeira tranche do montante combinado.

     “Repartimos os valores, eu levei em dólares o equivalente em Kwanza a 140 mil, o meu amigo 170 mil e um outro rapaz que também se encontrava connosco levou 50 mil. Estou bastante arrependido por ter participado neste crime, que lesou muito a sociedade”, disse.

    Já Manuel Lima “Bravo” (motorista da família de Jéssica) disse ter sido contactado por Jéssica, para apresentação de pessoas que pudessem tirar o telefone do namorado, por conter fotos indecentes tiradas com Jorge Valério e que comprometiam, de certa maneira, a sua personalidade.

     Disse ainda que de princípio não aceitou a proposta de Jéssica, mas que perante a insistência desta, acabou por recrutar os supostos marginais para a tarefa.

     Adiantou que os cidadãos contratados viriam depois acertar com Jéssica para a tarefa, a troco de oito mil dólares norte-americanos. “Mas eu só sabia que a intenção era simplesmente para receber o telefone do seu namorado, mas não eliminá-lo fisicamente”.

    Questionado   como a Jéssica, de apenas 17 anos, adquiriu avultadas somas monetárias para contratar os supostos marginais, afirmou que presume ter recebido valores da sua Mãe.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Conheça Legoo, única plataforma nacional de venda de ingressos que transfere dinheiro dos promotores em 24 horas

    Criar um evento e ver o seu rendimento nunca foi tão fácil, e por esta razão, a “Legoo”, plataforma angolana lançada hoje (18) no...

    Higino Carneiro Fala Para Adolescentes Sobre o Processo de Paz em Angola

    Em uma iniciativa de orientação para a nova geração de angolanos sobre a história do país, o General Higino Carneiro participou, nesta quinta-feira, 18,...

    Erica Chissapa aconselha nova geração de atores a serem insaciáveis na busca de conhecimento: “O ator não é um ser básico”

    A multifacetada Erica Chissapa ofereceu conselhos aos jovens da nova geração que estão entrando no cenário cinematográfico, incentivando-os a serem profissionais que buscam conhecimento...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto