- Publicidade -

More

    “Tive o meu filho aos 23 anos, sinto que pulei uma etapa muito importante da vida”, Juddy da Conceição

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

     

    Por: Stella Cortêz

    Ao seu jeito super descontraído e sem tabu, a influenciadora digital Juddy da Conceição relembrou momentos da sua infância, a gestação do filho Azael, bem como a desvinculação da Rede Record, durante uma conversa com Omar de Sousa, exibida no canal Dobro.

    Para início de conversa, a apresentadora de televisão explica que são várias as lembranças sobre a sua infância, porém, a única que surge no momento é a fase em que viveu com os seus pais, período esse que aconteceu somente até aos 9 anos.“Dentro deste período, ainda morei durante quatro anos com os meus avós. Então, ver os meus pais juntos na mesma casa foi durante muito pouco tempo”.

    Questionada se nessa trajectória arrepende-se de algum episódio específico que não gostaria de ter vivido, Juddy respondeu: “Acredito que não deveria me apressar tanto a ter um filho tão cedo e tão jovem, tive o meu filho aos 23 anos, não sabia nada da vida e não tinha maturidade. Mas sei que também o facto de tê-lo muito cedo trouxe o seu lado positivo de me encontrar e aprender muita coisa. Sou a favor de que não se devem pular etapas, e realmente sinto que pulei uma etapa muito importante, foi uma gravidez planeada, fui inconsequente, queria muito ser mãe, mas não pensei nos lados negativos da coisa”, expressou.

    Um assunto que a todos apanhou de surpresa foi o anúncio da desvinculação contratual da emissora brasileira Record Tv, uma saída que, segundo esclareceu a profissional, tem a ver com o desejo motivacional de trabalhar em projectos pessoais. Todavia, indagada por Omar, se por detrás de toda essa situação existe outro episódio, a mesma contestou: “Há sempre alguma coisinha por detrás disso, mas prefiro não falar sobre isso, não é nada grave, porém sinto que quando estou muito confortável numa determinada actividade, é porque algo não está bem, gosto de me desafiar, ou seja, deixou de ser uma proposta desafiante, não via margem de crescimento para mim lá, cansa falar da vida dos outros.”

    Share this
    Tags

    A Bombar

    4ª edição dos “Prémios Tigra Nova Garra” reconhece 28 profissionais em diferentes áreas de actuação

    Os Prémios “Tigra Nova Garra” já fazem parte da agenda dos grandes eventos anuais que reconhecem talento, criatividade, esforço e compromisso social dos jovens...

    “Delero King cobra Taxa de 1 Milhão de Kz por Participação Musical”

    Na terça-feira, (23), teve lugar em Luanda a conferência de imprensa para anunciar os vencedores da 4ª edição dos “Prémios Tigra Nova Garra”, uma...

    Miguel Neto declara que denominação “música folclórica” é pejorativa para Angola e defende o termo “tradicional”

    O jornalista angolano Miguel Neto declarou, nesta Segunda-feira (22), durante a rubrica "Momento Cultural" do programa A Tarde é Nossa da TV Zimbo, que...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto