- Publicidade -

More

    Tv Zimbo e Zap Viva entre os canais mais frequentes dos jovens angolanos

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Por: Hélio Cristóvão

    De acordo com resultados de inquéritos semestrais feitos pela MIRA, empresa angolana de pesquisa de mercado em audiências de televisão, rádio, imprensa e Internet, estão entre os canais mais frequentes dos jovens angolanos, com idades compreendidas entre os 14 aos 24 anos, a Tv Zimbo e Zap Viva.

    Foram realizadas mais de 2.500 entrevistas nas províncias de Luanda, Benguela, Huambo e Huíla, e pode-se afirmar, segundo a Mira, que entre os canais mais frequentes dos jovens angolanos são: Tv Zimbo com 37% dos votos, seguido do Zap Viva com 28%, o canal Blast com 24%, TPA 1 com 23% e, por fim, a Zap Novelas e a Record TV com 17 e 15% dos votos de preferência, respectivamente.

    Constituída em Julho de 2016, a Mira conta com profissionais com forte know-how em Market Research & Business Intelligence e vasta experiência no mercado angolano, capacitado para recolher, tratar e sistematizar informação fidedigna e útil que permita alavancar negócios.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Banco Bic abre inscrições para o crescer juntos e homenageia empresas co-investidoras

    O Banco BIC abriu nesta segunda-feira, 17 de Junho, as inscrições deste ano para ONGs, Fundações e Associações que necessitam de recursos financeiros e...

    Clénio & Clésio Gomes são os mais recentes acionistas do Luanda City, equipa recentemente promovida ao Girabola

    Clénio & Clésio Gomes são os mais recentes acionistas do Luanda City, equipa recentemente promovida ao Girabola É com imenso prazer que anunciamos a nossa...

    Jornalista Dalila Prata destaca-se no 21º Fórum Meteoclimatic no Média Workshop em Darmstadt (Alemanha)

    Por: Luizão Cabulo A jornalista angolana Dalila Prata destacou-se no 21º Fórum Meteoclimatic no Média Workshop em Darmstadt, Alemanha, representando Angola e a "TPA online"...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto