26 casos positivos da nova variante levam ao encerramento da Maternidade Provincial do Cuando Cubango

0
45

A Maternidade Provincial do Cuando Cubango está encerrada, desde quarta-feira (5), devido ao registo de 26 casos positivos da nova variante – Ómicron, detectados em funcionários e pacientes.

Segundo apurou o Jornal de Angola, 19 dos casos positivos são integrantes das equipas de serviço hospital, enquanto os outros são de  sete mulheres grávidas, situação que forçou o encerramento temporário da unidade sanitária até a conclusão desinfestação de todo o local por técnicos de saúde.

Os funcionários e pacientes foram submetidos a testes à Covid-19 devido a ocorrência de um caso positivo de uma mulher grávida, registado no dia 31 de Dezembro.

A chefe de departamento provincial da Saúde Pública, Cristina Luísa, explicou que os novos casos de Covid-19 na Maternidade Provincial foram detectados na terça-feira, após a testagem realizada a funcionários e utentes.

Cristina Luísa fez saber que as pessoas  com sintomas de Covid-19 foram encaminhadas para o Centro de Isolamento e Tratamento do Tucuve, enquanto os demais  que são assintomáticos cumprem a quarentena domiciliar com o devido acompanhamento das autoridades.

A responsável disse, por outro lado, que enquanto durar o trabalho de desinfestação, a instituição continuará encerrada e os utentes dos serviços de maternidade devem dirigir-se ao Hospital Geral do Cuando Cubango ou ainda ao Hospital de Menongue.

Até ao momento, de acordo com Cristina Luísa, a província já registou 892 casos, dos quais 62 ainda activos e 44 óbitos. Ao todo, mais de 140 mil cidadãos já foram vacinados contra a Covid-19.

Por essa razão, apela aos cidadãos que ainda não tomaram a vacina, no sentido de o fazerem o mais rápido possível, devido à circulação comunitária da variante Ómicron e que está a afectar milhares de pessoas.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments