- Publicidade -

More

    Afrikkanitha leva Angola ao Jazz na Fábrica "

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Afrikkanitha, a Rainha do Jazz Angolano abrilhantou com o seu indubitável repertório musical o Festival de Jazz de Pompeia, na Cidade de São Paulo, interpretando 9 temas seus, um tema de Tom Jobim ” Eu não existo sem você ” e também uma versão Standard Summertime mais Afro, cheio de alma e bem ao inconfundível estilo da cantora mais internacional do Jazz feito em Angola .

    O Festival de Jazz de Pompeia é algo grandioso, de enorme prestígio e nele participam estrelas consagradas dos seus respectivos países, como é o caso do Pianista americano McCoy Tyner, as cantoras americanas Cassandra Wilson e Macy Gray, o Organista ( também norte-americano ) Lonnie Smith, Richard Bona dos Camarões, Christian Galvez do Chile, Edsel Gomez ( Porto Rico ) o Trompetista, Pianista e Compositor Franco-Libanês Ibrahim Maalouf, pra citar alguns, misturando fusões, perpetuando o género musical mais antigo e universal que existe e valorizando acima de tudo o que é feito de Jazz noutros países .

    Afrikkanitha fez-se presente com a sua banda, destacando como é óbvio a presença do seu marido, o conceituadissimo e quiçá mais completo músico do país, o lendário Simmons Massini e o músico cubano Yasmane, residente em Angola . A participação deste famoso trio no Festival Jazz na Fábrica, foi graças ao convite efectuado pela Direcção do Serviço Social do Comércio ( SESC ) que em parceria com a Gerência de Acção Cultural tem organizado e trazido ao Brasil desde 2011 alguns dos nomes mais sonantes do Jazz mundial .

    Nada tem surgido por acaso na vida de Eunice José . Nem a consagração e valorização do seu rico trabalho, nem a sua presença nos palcos mais importantes do circuito internacional . Eunice sempre amou a arte em sí desde tenra idade mas a música no geral e o Jazz em particular simplesmente quiseram torná-la eterna aos nossos ouvidos . Com passagens marcantes em projectos musicais como vocalista do grupo Vozes Negras e ainda os N’Sex Love, Eunice José trilhou caminhos seguros, respeitando tudo e todos, espalhando o seu talento de forma suave, sem polémicas nem manias de celebridade .

    O mundo a conhece por ser simplesmente talentosa . Simmons Massini, o seu marido, tem sido o seu maior suporte e peça chave para o seu sucesso e estabilidade emocional . Juntos têm perfumado de forma indelével lugares incríveis, como foi o caso da participação no Cool Jazz Fest em Cascais, no qual Afrikkanitha fez a primeira parte da artista brasileira Céu, uma jovem conceituadíssima no universo do Jazz brasileiro, autora de fusões de vários ritmos com o Jazz, exactamente o estilo de Afrikkanitha .

    african

    Uma vez mais a nossa Rainha do Jazz representou-nos com pompa e circunstância num evento internacional e as fotografias de F. Pepe Guimarães ( aqui ilustradas ) perpetuarão seguramente este marco histórico na carreira desta mulher sensual e eternamente atraente e do seu talentoso e charmosíssimo marido .

    Jazz é arte, Jazz é Afrikkanitha !

    De joe D’Almeida Para o portal platina line Londres 07/08/2013

    Share this
    Tags

    A Bombar

    LUANDA EXPO CAR 2024: Maior feira automotiva do país alarga número de participantes e espera cerca de 15 mil visitantes

    A maior feira automotiva de Angola vai alargar o número de expositores em até 25% comparativamente ao ano transato e espera receber, durante os...

    Saxofonista Sebastião Sax homenageia Mestre Sanguito pelo seu contributo na música angolana

    O saxofonista angolano Sebastião Sax realizou, no passado dia 26 de Maio, o seu primeiro concerto ao vivo no Restaurante Chá de Caxinde, em...

    Diamond Films realiza ante-estreia do filme ‘A Caixa’

    A produtora angolana Diamond Films realizou a ante-estreia do filme "A Caixa" nesta quarta-feira, 29 de maio, no Belas Shopping, em Luanda. O filme,...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto