- Publicidade -

More

    Agentes sociais avaliam impacto do novo coronavírus na economia local

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    A descoberta do novo coronavírus (covid-19) impactou de sobremaneira o mundo e trouxe grandes consequências, por esta razão, o momento actual é de grande temor em relação ao impacto do coronavírus na sociedade angolana. 

    As circunstâncias englobam desde os investimentos até o capital de giro de empresas e pessoas físicas, tudo parece estar a ser comprometido devido à esta pandemia.

    Em entrevista ao PLATINALINE, profissionais actuantes directamente ao serviço da sociedade falam sobre o impacto da pandemia. 

    Para o auditor Bunga Paulo, “Os desempregos vão ocorrendo. As empresas do ramo petrolífero são as que mais mandam pessoas em casa. O preço do petróleo desceu, porque não há compradores, não há sustentabilidade, e o maior custo das empresas são as pessoas, portanto, se não houver alguma coisa, falando propriamente de remuneração a estes, de maneira nenhuma a empresa se manterá”, disse o auditor. 

    Para o Sociólogo Helpídio do Nascimento, “o Coronavírus trouxe um ensinamento muito importante, o vírus também nos mostrou que, ao contrário do que muitos pensam, ele não é democrático. Ele é caótico. É verdade que infecta pessoas de todas as classes, mas quem ele mata? Mata aqueles que já são vulneráveis, os pobres e aqueles sem acesso à saúde. Nesse sentido, como diria o escritor uruguaio, Eduardo Galeano, o vírus mostra “as veias abertas” do mundo”, disse. 

    Em época de pandemia, o isolamento é recomendado, os nossos convidados deixaram também conselhos para este período:

    “Durante esse tempo, precisamos avaliar muito bem o que fazer para não agravar os impactos financeiros que teremos que absorver.

    Reduzir drasticamente os padrões de consumo! Os pequenos gastos do dia a dia ao final de um mês fazem grande diferença. Devemos comprar apenas o necessário para que não terminemos mal”, disse o auditor Bunga Paulo.

    “Isolamento significa cortar o contacto presencial, mas não é preciso cortar toda a comunicação. Na verdade, é mais importante do que nunca conversar, falar e ouvir, compartilhar histórias e conselhos, e ficar em contacto virtual com as pessoas que importam para você”, disse o sociólogo, em remate final. 

    Por: Léo Bernardo

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Banco Bic abre inscrições para o crescer juntos e homenageia empresas co-investidoras

    O Banco BIC abriu nesta segunda-feira, 17 de Junho, as inscrições deste ano para ONGs, Fundações e Associações que necessitam de recursos financeiros e...

    Clénio & Clésio Gomes são os mais recentes acionistas do Luanda City, equipa recentemente promovida ao Girabola

    Clénio & Clésio Gomes são os mais recentes acionistas do Luanda City, equipa recentemente promovida ao Girabola É com imenso prazer que anunciamos a nossa...

    Jornalista Dalila Prata destaca-se no 21º Fórum Meteoclimatic no Média Workshop em Darmstadt (Alemanha)

    Por: Luizão Cabulo A jornalista angolana Dalila Prata destacou-se no 21º Fórum Meteoclimatic no Média Workshop em Darmstadt, Alemanha, representando Angola e a "TPA online"...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto