Amy Winehouse: Leia comunicado oficial da família sobre o falecimento da cantora

0
178

A família Winehouse soltou um comunicado à imprensa neste domingo (24) lamentando a morte de Amy. “Ela deixa uma lacuna em nossas vidas”, diz a nota, que a define como “sobrinha, irmã e filha maravilhosa. Estamos nos reunindo para nos lembrar dela e gostaríamos de privacidade e espaço neste momento terrível”.

Pela manhã do domingo, a polícia anunciou que a necrópsia no corpo da inglesa não será realizada antes de segunda-feira. Segundo a imprensa britânica, o funeral deve ser realizado na terça, assim que a perícia for concluída.

 

Jornais ingleses publicaram neste domingo relatos de que Amy teria comprado grandes quantidades de drogas, incluindo cocaína e ecstasy, às vésperas de sua morte. A polícia, no entanto, avaliou que as especulações sobre  as circunstâncias do óbito são “inadequadas”.

O “Sunday Mirror” traz uma entrevista com a mãe da cantora, Janis, que disse acreditar que a morte da filha era “apenas uma questão de tempo” quando a encontrou, um dia antes de ela morrer.

O superintendente Raj Kohli disse no sábado estar “ciente das informações que sugerem que sua morte é consequência de uma overdose de droga. Mas quero destacar que a autópsia ainda não foi realizada e que é impróprio especular sobre a causa do falecimento.”

A confirmação sobre a morte de Winehouse foi feita na manhã de sábado por um porta-voz da Polícia Metropolitana.

“A polícia foi chamada pelo serviço de emergência de Londres para o endereço na Camden Square pouco depois das 16h05 de hoje [horário local], sábado, 23 de julho, seguindo relatos de que uma mulher foi achada desacordada”, dizia a primeira nota divulgada pela polícia de Londres.

Segundo o texto, a cantora, de 27 anos, foi declarada morta ainda no local. As investigações, também segundo a nota, estariam em “estágio inicial” e a morte estaria “sendo tratada como não esclarecida.”

Durante a tarde e a noite de sábado, dezenas de fãs e curiosos se reuniram diante da casa onde Amy vivia, na Camden Square, para prestar as últimas homenagens. Havia muitos brasileiros.

De acordo com o semanário musical “NME”, o terceiro álbum da cantora teria sido concluído, mas enfrentava problemas de finalização por conta da rotina tumultuada de Amy.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui