Anciã acusada de feitiçaria morre por espancamento

0
172

Uma anciã de 70 anos, identificada por Feliciana Tutuvala, morreu, no último fim-de-semana, no município do Ucuma (Huambo), depois de ter sido espancada brutalmente por um jovem de 28, alegadamente por práticas de feitiçaria.

O crime de homicídio voluntário por espancamento, segundo o relatório do Comando Provincial do Huambo da Polícia Nacional sobre a situação da segurança pública no fim-de-semana, ocorreu numa residência da aldeia de Calilongue Chimbaca, comuna da Cacoma, município do Ucuma.

O documento institucional indica que o acusado já se encontra a contas com a justiça, para a devida responsabilidade civil e criminal, depois ter assassinado a aludida anciã com uma arma de arremesso (pau).

Nos últimos anos, têm sido frequentes os assassinatos de idosos, residentes em zonas rurais da província, a pretexto de estarem a exercer feiticismo, sendo que de Janeiro à presente data, pelo menos dez anciãos, entre homens e mulheres, perderam a vida, após acusação desta prática.

No total, o relatório refere o registo de 23 crimes de natureza diversa e cujo esclarecimento resultou na detenção de 11 cidadãos suspeitos de terem cometido oito ofensas corporais voluntárias, igual número de furtos, três roubos, além de violência doméstica, abuso de confiança e violação sexual.

Nalguns destes supostos marginais, foram-lhes retirado diversos utensílios domésticos e meios electrónicos, muitos deles reclamados pelas vítimas.

Com uma área de 35 mil e 771 quilómetros quadrados, que perfazem 11 municípios, vivem no Huambo, Planalto Central de Angola, dois milhões e 511 e 309 habitantes que, na sua maioria, se dedicam à agricultura.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments