- Publicidade -

More

    Angola e Portugal analisam potencialidades da diversificação da economia

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Angola e Portugal acabam de organizar o primeiro Fórum Económico Angola Portugal sob o tema “Juntos na Diversificação da Economia”, uma iniciativa levada a cabo pelo Ministério da Economia de Angola em colaboração com a Embaixada de Portugal e com a delegação da Associação para o Investimento e Comércio Externo de Portugal – AICEP, reunindo cerca de 400 empresários de ambos os países.

    O encontro procura promover a partilha de oportunidades de negócios no âmbito do processo de industrialização e de diversificação da economia nacional, bem como no estabelecimento de novas parcerias entre empresas angolanas e portuguesas.

    No primeiro dia do encontro decorreu a assinatura do memorando de entendimento que originou a criação do Observatório dos Investimentos portugueses em Angola, bem como dos investimentos angolanos em Portugal, tendo sido realizada a primeira reunião anual do Observatório que foi presidida pelos Ministros da Economia de ambos os países.

    Agostinho Kapaia, Presidente da CEEIA, refere que “o reforço das relações existentes entre Angola e Portugal vai permitir um maior desenvolvimento e diversificação da economia nacional, bem como a criação de mais emprego. Esta representa uma nova oportunidade para os membros da CEEIA de modo a poderem aumentar a exportação dos seus produtos”.

    “Angola é um país estratégico para Portugal na medida em que oferece inúmeras oportunidades de investimento em diferentes sectores de actividade como Energia e Águas, Telecomunicações, Infraestruturas, Transportes Marítimo e Terrestre, Petróleos, Agricultura, entre outros”, acrescenta.

    Contudo, para dar resposta a todas estas áreas, o País deverá investir mais na formação dos recursos humanos nacionais e continuar a disponibilizar Programas de acesso a créditos bonificados para apoiar e incentivar o investimento privado.

    Angola e Portugal desenvolvem relações bilaterais há várias décadas e pretendem, agora, reforçar a cooperação existente entre ambos os países pelo mesmo fim, a diversificação da economia.

    Sobre a CEEIA:
    A Comunidade de Empresas Exportadoras e Internacionalizadas de Angola (CEEIA) é uma associação sem fins lucrativos, representativa das empresas angolanas vocacionadas para a exportação e internacionalização, e constituída por tempo indeterminado. Foi apresentada formalmente, em Luanda, a 7 de Novembro de 2013 e constituída por 19 sócios fundadores: Angonabeiro, Banco BIC, Banco Privado Atlântico, Comfabril, Gesteflora, Grupo Bartolomeu Dias, Grupo Bongani, Lamilon, Macon Transportes, Miracel, Grupo Opaia SA, Organizações José Veríssimo, Pomobel, Refriango, Toritábua, Vidrul, Visamar, Word Wide Internacional e o Instituto de Fomento Empresarial. Actualmente conta com 28 empresas-membro.

    A CEEIA tem como principal objectivo é assegurar a cooperação e articulação das exportações nacionais e a internacionalização de grupos empresariais angolanos ou grandes empresas nacionais nos cinco continentes do Mundo.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Primeira loja da marca oficial Cavalinho inaugurada em Luanda

    A marca “Cavalinho” inaugurou, nesta Quinta-feira (11), em Luanda, no Distrito Urbano do Benfica, a sua primeira loja de acessórios de moda e artigos...

    Presidente João Lourenço e Ana Dias irradiam simpatia na 10ª edição dos Prémios SIRIUS

    O Presidente João Lourenço e a Primeira Dama, Ana Dias, foram os destaques da noite durante a gala da 10ª edição dos Prémios SIRIUS....

    Reverendo angolano Paulo de Carvalho recebe certificado de Mérito pela Universidade de Oxford

    Por: Sara Rodrigues Mais um angolano a elevar o nome de Angola e a ganhar destaque lá fora. Trata-se de Paulo de Carvalho da Conceição,...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto