- Publicidade -

More

    Angola regista 16 mil mortes anuais e 20 novas infeções diárias por VIH/Sida

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Pelo menos 16.000 pessoas morrem anualmente em Angola vítimas do VIH/Sida e o país, que tem cerca de 340.000 seropositivos, está a registar diariamente cerca de 20 novas infeções, sobretudo entre jovens, anunciou hoje uma organização não-governamental angolana.

    A situação atual do VIH/Sida em Angola foi apresentada  pela Rede Angolana das Organizações de Serviços de Sida e Grandes Endemias (Anaso), organização não-governamental, considerando que o quadro é alarmante, particularmente no seio dos jovens.

    Segundo a Anaso, Angola tem uma taxa de prevalência de 2% e o VIH/Sida no país continua a ter o rosto feminino, com cerca de 190.000 mulheres a viver com a doença, 44.256 jovens entre os 14 e 24 anos e cerca de 39.000 crianças dos zero aos 14 anos vivem igualmente com o vírus.

    A organização estima igualmente que Angola regista 22.000 novas infeções por ano e que conta com 264.365 órfãos em consequência da doença.

    António Coelho, presidente da Anaso, deu a conhecer, na ocasião, que Luanda, capital angolana, representa 40% dos casos de VIH/Sida no país e que o município de Viana, um dos nove de Luanda, é o mais afetado do país.

    Cunene, Moxico, Lunda Norte e Lunda Sul estão também entre as províncias angolanas com maior índice de seroprevalência.

    Os dados foram apresentados esta quarta-feira durante o encontro mensal desta organização sobre as jornadas alusivas do Dia Mundial da Sida 2022, que decorre entre 15 de novembro e 15 de dezembro de 2022 em todo o país.

    Francisco Simões, membro do corpo diretivo da Anaso, que apresentou o quadro geral da epidemia em Angola falou também em constrangimentos nas ações de prevenção e combate ao VIH/Sida no país.

    A fraca sustentabilidade da resposta comunitária, deficiente recolha e tratamento dos dados, limitado financiamento comunitário, alto índice e estigma e discriminação, fraca coordenação entre os parceiros e a ausência de política nacional sobre saúde comunitária foram apontados como os atuais constrangimentos.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Proposta de Lei dos Crimes de Vandalismo de Bens e Serviços Públicos – Quem destruir património pode ir 15 anos para a cadeia

    O Conselho de Ministros de Angola, reunido sob a orientação do Presidente João Lourenço, examinou três propostas de lei destinadas à Assembleia Nacional. Em...

    Ministro da Cultura de Angola e Maria Borges Buscam Parcerias Internacionais para Música Angolana”

    O Ministro da Cultura, Filipe Silvino de Pina Zau, recebeu em seu gabinete a renomada modelo internacional Maria Borges, que também exerce o cargo...

    JEO MC estreia-se como atleta de MMA e sagra-se campeã nacional

    Por: Helder Lourenço A gladiadora dos Reis de Rompimento Primeira Liga (RRPL), Jeorgina Ludmila, conhecida nas lides artísticas como Jeo MC, estreou-se como atleta de...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Visit arnan.me

    Mais como isto