- Publicidade -

More

    Burkina Faso: Tenente-coronel Damiba empossado como Presidente

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    O tenente-coronel Paul-Henri Sandaogo Damiba, autor do golpe de Estado no Burkina Faso, assumiu hoje novamente o cargo de Presidente, um dia após a adoção de uma carta de transição.

    O novo homem forte do Burkina apresentou-se com farda de combate e boina vermelha, mas não fez qualquer discurso durante a cerimônia sóbria, perante os representantes dos outros órgãos já constituídos, do exército, do corpo diplomático e das “forças vivas” do país.

    Esta tomada de posse ocorreu após ter sido adotada, na terça-feira, uma carta de transição, elaborada durante as reuniões nacionais entre a junta militar, no poder, e as “forças vivas” do país, incluindo partidos, sindicatos, organizações da sociedade civil, jovens, mulheres e pessoas deslocadas pelos ataques rebeldes que atingem o Burkina Faso desde 2015.

    Damiba já tinha prestado juramento perante o Conselho Constitucional, em 16 de fevereiro.

    A transição, antes de um regresso à ordem constitucional, foi fixada em três anos, de acordo com o estatuto assinado pelo tenente-coronel Damiba, que o proíbe a ele próprio de se candidatar às eleições previstas para o final desse período.

    Esta proibição aplica-se igualmente ao presidente do órgão legislativo, composto por 71 membros, a ser criado para vigorar durante o período de transição.

    A carta também prevê a formação de um governo de 25 membros, chefiado por um primeiro-ministro civil.

    A cerimónia de hoje teve lugar na mesma sala onde se realiza o julgamento dos alegados assassinos do ex-presidente do país Thomas Sankara, em 1987, que decorre desde outubro de 2021.

    O julgamento, que foi interrompido a 8 de fevereiro e deveria ser retomado na terça-feira, recomeça na quinta-feira.

    O tenente-coronel Damiba, de 41 anos, tomou o poder em 24 de janeiro, após dois dias de motim em vários quartéis do país, derrubando o presidente eleito Roch Marc Christian Kaboré, que não conseguiu travar a violência terrorista, que causou cerca de 2.000 mortes no Burkina Faso nos últimos sete anos e mais de 1,5 milhões de pessoas deslocadas, e na sequência dos golpes de Estado que já tinham ocorrido no Mali e no Níger.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Cle Entertainment e Erque Chabango Rent Car Unem Forças para Apoiar a Cultura e Juventude Angolana

    Nesta segunda-feira, duas das maiores empresas em seus respectivos setores em Angola anunciaram uma importante parceria com foco no apoio à cultura e juventude...

    Hélio Taveira reconhece crescimento profissional da ex-companheira de programa “Stela de Carvalho”

    Por: Nunes Hebo Ausente dos holofotes há alguns anos, o ex-apresentador do programa “Viva a Tarde”, do canal Zap Viva, Hélio Taveira, reconheceu, recentemente no...

    Férias mais divertidas e cheias de aventura com os canais infantis da DStv!

    Uma temporada de conteúdo educativo e divertido para crianças, especialmente escolhido para os mais pequenos LUANDA, 13 de JUNHO de 2024 - As férias estão...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto