Burladores aliciam candidatos ao concurso público da educação

0
306

A comissão provincial do concurso público de ingresso na educação no Bengo denunciou que indivíduos desconhecidos estão a cobrar entre 300 mil a um milhão de Kwanzas aos candidatos com a promessa de
serem admitidos.

Em conferência de imprensa, o porta-voz da comissão provincial do júri, Ngongo Mbaxi Paulino Mateus, apela aos candidatos a não se deixarem enganar por esses malfeitores, uma vez que ninguém será contratado para ocupar uma das vagas disponíveis neste concurso, se não for por competência demonstrada nos testes realizados a 22 de Outubro.

No Bengo, o processo do novo concurso público na educação teve início a 01 de Setembro do ano em curso e os testes realizados a 22 de Outubro para o preenchimento de 489 vagas. Dos 6.157 candidatos inscritos 5.655 foram seleccionados para os testes, mas apenas 5.006 fizeram as provas, visto que 502 foram excluídos por diversas razões e 649 não comparecerem no dia dos testes.
De lembrar que o concurso público realizado em 2019, na província do Bengo, foi anulado devido as irregularidades constatadas no processo.

Ngongo Mbaxi Paulino Mateus informou que o processo decorre sem nenhum constrangimento e os resultados serão divulgados a 16 deste mês nas sedes municipais, nas escolas onde concorreram e na página do concurso no Facebook.

Após a publicação dos resultados, seguirá o período de reclamações (17 a 26 do corrente mês). A província do Bengo conta com 220 escolas primárias, sendo 211 públicas e nove privadas.

Estão matriculados nas escolas da Província do Bengo, neste ano lectivo, 99 mil e 886 estudantes do ensino primário, da 1ª à 6ª classe, e 10 mil e 19 alunos na iniciação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui