Por: Hélio Cristóvão

Um cidadão de 49 anos de idade, natural da Guiné Conacri, foi detido ontem, 10 de Janeiro, pela Polícia Nacional, por suposto crime de exploração e tráfico ilegal de diamantes no município de Lucapa, província da Lunda Norte.

O cidadão guineense pretendia sair da província, disfarçadamente, a bordo de uma viatura Mitsubishi Canter, com destino a Luanda, na posse de 123 pedras preciosas que pretendia comercializar na cidade capital.

Segundo as autoridades, o presumível autor do crime fazia-se passar por condutor, tendo sido detido na fronteira do Luó, fruto de algumas investigações feitas pelas forças policiais no local.

O inspector-chefe José Malunda disse ao jornal “O PAÍS”, que a investigação ainda não foi concluída, pelo que, as autoridade investigam se o cidadão em causa é comprador ou financiador de grupos garimpeiros artesanais para trabalharem para si, acrescentando que será presente ao Ministério Público para os trâmites legais.