- Publicidade -

More

    Cidadãos chineses são acusados de envolvimento sexual com adolescentes em Benguela

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Crianças, com idades compreendidas entre os 10 aos 12 anos, prostituem-se com cidadãos provenientes da China, com o objectivo de ganhar dinheiro, terem filhos e para construção de casas, num dos municípios da província de Benguela. Um acto que muitas vezes é promovido pelas mães, que por sua vez oferecem os quartos para a realização do acto.

    De acordo com o Jornal da Zimbo, muitas das meninas são levadas às grandes embarcações chinesas, e existem boatos de que os homens conseguem sustento participando no acto de transportar meninas para os chineses.

    A província de Benguela é uma das províncias de Angola com um nível de prostituição elevado, segundo pesquisas feitas na internet.

    O Serviço de Investigação Criminal (SIC), em Benguela, confirmou que já foi aberto um processo que envolve cidadãos chineses, e que tal acto constitui um crime de lenocínio de menores, bem como o tráfico de menores, sendo que a decisão poderá resultar na detenção dos envolvidos.

    Por: Sténia da Costa

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Henrique Sungo e Filipe Anjos apresentam o seu novo projeto documental intitulado “Aspiracionalismo”.

    Depois de estrear na cidade de Londres, agora é a vez da cidade da Kianda receber a Santano Produções, uma produtora audiovisual do angolano...

    Fábio Hustle admite que namoraria com Malune e revela em Live que teve 14 ex-namoradas

    Por: Helder Lourenço Na noite desta quinta-feira (18), durante uma animada Live no TikTok com a participação de 3-Fine, Elisandra Elly e outros influenciadores, o...

    Conheça Legoo, única plataforma nacional de venda de ingressos que transfere dinheiro dos promotores em 24 horas

    Criar um evento e ver o seu rendimento nunca foi tão fácil, e por esta razão, a “Legoo”, plataforma angolana lançada hoje (18) no...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto