- Publicidade -

More

    CNN é a marca número 1 entre os canais internacionais de notícias

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Estudo global independente revela que a CNN lidera em televisão e nas plataformas digitais na Europa, Médio Oriente, África, Ásia e América Latina

    O mais recente estudo IPSOS Affluent Global reafirma que a CNN é a marca líder de notícias internacionais, alcançando uns incomparáveis 4 em 10 consumidores de classe alta e decisores da Europa, Médio Oriente, África, Ásia e América Latina.

    Esta elevada escala de penetração nesta audiência internacional é maior do que a de todos os concorrentes juntos, em todas as métricas de televisão e plataformas digitais.

    Todos os meses, a CNN alcança 40% da população internacional de classe alta através da televisão e das plataformas digitais* – à frente da BBC (29%), CNBC (14%), Bloomberg (11%) e Al Jazeera (11%).

    Na televisão, a CNN é o canal internacional mais assistido mensalmente (34%), semanalmente (19%) e diariamente (5%), posicionando-se à frente dos demais canais, nomeadamente da BBC, com 23% de audiência mensal, 13% semanal e 4% diária. Já a Sky soma 21%, 13% e 5%, enquanto a CNBC atinge 10%, 5% e 1%, a Al Jazeera 9%, 5%, 2% e a Bloomberg 8%, 4% e 1%**.

    A liderança da CNN estende-se ao digital, onde o canal se mantém como número um, à frente de todas as marcas de notícias e entretenimento, com 14% de alcance mensal. A comparação é feita com o National Geographic (11%), a BBC (11%), o Discovery (9%), a Bloomberg (5%),  a CNBC (5%) e a Al Jazeera (3%)***. O estudo IPSOS Affluent Global conclui ainda que a CNN registou uma audiência digital global de 99 milhões de Visitantes Únicos segundo os dados da comScore de Agosto de 2014 – cerca de mais 25 milhões do que a BBC (73 milhões) ****.

    A CNN foi também reconhecida como a marca de notícias internacionais líder na Ásia Pacífico, de acordo com o estudo IPSOS Affluent desenvolvido nesta região, alcançando 3 em 10 consumidores de classe alta*****.

    “O que é comummente conhecido como o ‘efeito CNN’ é nossa capacidade única de relatar imparcial e objectivamente todos os acontecimentos do mundo de forma mais rápida e mais detalhada do que qualquer outro”, explicou Rani R. Raad, Director Comercial da CNN International. “É este efeito que liga os nossos consumidores à televisão e às plataformas móveis, digitais e sociais, tornando a CNN a líder mundial que é hoje. Os resultados deste último estudo são a prova desta credibilidade, qualidade jornalística, rapidez de cobertura e inteligência e perspicácia das nossas reportagens”.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Primeira loja da marca oficial Cavalinho inaugurada em Luanda

    A marca “Cavalinho” inaugurou, nesta Quinta-feira (11), em Luanda, no Distrito Urbano do Benfica, a sua primeira loja de acessórios de moda e artigos...

    Presidente João Lourenço e Ana Dias irradiam simpatia na 10ª edição dos Prémios SIRIUS

    O Presidente João Lourenço e a Primeira Dama, Ana Dias, foram os destaques da noite durante a gala da 10ª edição dos Prémios SIRIUS....

    Reverendo angolano Paulo de Carvalho recebe certificado de Mérito pela Universidade de Oxford

    Por: Sara Rodrigues Mais um angolano a elevar o nome de Angola e a ganhar destaque lá fora. Trata-se de Paulo de Carvalho da Conceição,...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto