- Publicidade -

More

    Como agir quando seu namorado não é tão bem-sucedido quanto você

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios


    Cada vez é mais comum ver mulheres jovens bem-sucedidas namorando um cara que ainda não chegou tão longe. Esse descompasso pode comprometer o sonhado final feliz. Descubra se você é muita areia para o caminhãozinho dele.

    Peso pesado
    Pense nas características do homem que você deseja ter junto a você. Agora analise o seu namorado. Ok, ele não precisa preencher absolutamente todos os seus requisitos, mas um deles é essencial: admiração. Difícil se imaginar ao lado de alguém de quem você não sinta orgulho, não? Mas, para namorar um cara que está sempre um degrau atrás, toda mulher precisa fazer concessões. Por exemplo, deixar de ir a alguns programas que lhe dão prazer porque ele está duro. Quando o homem não banca o sucesso da parceira, as vitórias dela só servem para reforçar seu fracasso. Por isso, alguns chegam a tentar se engrandecer, desvalorizando as conquistas da amada. Não significa que ele se tornou um sacana, mas que está com a autoestima fragilizada. Com o tempo, essas sabotagens vão bloqueando boas oportunidades e impedindo que você faça o que quer. Se vocês não sonham com as mesmas viagens ou se não têm ambições parecidas, há bons motivos para ligar o alerta. Só cabe a você, porém, decidir até que ponto vale a pena abdicar de seus desejos em nome do romance.

    Espelho, espelho meu
    Se você vive se perguntando por que é mestre em fazer escolhas com finais nada felizes, saiba que não é a única. “Essa jovem tão bem-sucedida pertence a uma geração de mulheres alfa, que, apesar da realização profissional, muitas vezes não se sentem merecedoras de suas conquistas ou colocam seus méritos em xeque”, diz a psicóloga Lana Harari, de São Paulo. E um dos “efeitos colaterais” é escolher, inconscientemente, parceiros menos ambiciosos, inteligentes e cultos, pois não raro desconhecem seu próprio potencial. Enquanto não estufar o peito e se der valor, essa mulher repetirá um padrão: pular sucessivamente de um relacionamento desigual para outro. Experimente este exercício: faça uma lista com todas as suas qualidades. Pense, então, nas coisas boas que tem para oferecer ao outro e por que seria tão legal para ele estar ao seu lado. Carregue esse papel na bolsa aonde for. Pouco a pouco, você conseguirá se enxergar melhor.

    net_452x192
    A saída
    Antes de pegar o telefone e terminar o namoro, aqui vai uma boa notícia: em alguns casos, é possível sobreviver a uma relação desigual. Talvez o cara não possa levá-la para jantar fora toda semana nem goste do cineasta que você adora. Isso não faz com que não seja digno do seu amor. O que importa é o tamanho dos sonhos dele e se combinam com os seus. “Enquanto o casal olha na mesma direção e luta pelos mesmos objetivos a curto, médio e longo prazo, não tem por que não dar certo”, diz a psicoterapeuta Lucia Rosenberg, de São Paulo. Aí vale a pena continuar o romance.

    Além disso, o fato de você ser uma mulher superpoderosa traz um grande benefício para o seu namoro: pode ser o empurrãozinho que faltava para seu parceiro crescer também. O segredo para que seu amor não se sinta cobrado, mas estimulado, é não se colocar como uma orientadora ou um chefe. Afinal, você não está procurando candidato à vaga de emprego, mas, sim, um parceiro para toda a vida.

     

     

    Via: revista Nova

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Banco Bic abre inscrições para o crescer juntos e homenageia empresas co-investidoras

    O Banco BIC abriu nesta segunda-feira, 17 de Junho, as inscrições deste ano para ONGs, Fundações e Associações que necessitam de recursos financeiros e...

    Clénio & Clésio Gomes são os mais recentes acionistas do Luanda City, equipa recentemente promovida ao Girabola

    Clénio & Clésio Gomes são os mais recentes acionistas do Luanda City, equipa recentemente promovida ao Girabola É com imenso prazer que anunciamos a nossa...

    Jornalista Dalila Prata destaca-se no 21º Fórum Meteoclimatic no Média Workshop em Darmstadt (Alemanha)

    Por: Luizão Cabulo A jornalista angolana Dalila Prata destacou-se no 21º Fórum Meteoclimatic no Média Workshop em Darmstadt, Alemanha, representando Angola e a "TPA online"...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto