- Publicidade -

More

    Cooperação Portuguesa apoia seis projetos de Saúde e Educação em Angola

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    O Camões – Centro Português de Cooperação em Angola selecionou, no âmbito do concurso ao Fundo de Pequenos Projetos, seis propostas que visam contribuir para minimizar necessidades no domínio social, em particular nos setores da Saúde e da Educação.

    Foram recebidas 76 propostas provenientes de todo o país, sendo que as seis candidaturas selecionadas têm intervenções previstas no Huambo, Luanda e Moxico. O referido concurso decorreu entre os dias 12 e 29 de outubro de 2021.

    As iniciativas selecionadas são referentes tanto ao apoio de projetos já em curso, tendo em vista o reforço de uma determinada componente que tenha impacto no cômputo geral do projeto, como também relativas à constituição de novos projetos, num valor máximo de cofinanciamento, por cada projeto selecionado, de 6.000.000,00 AKZ (seis milhões de kwanzas).

     

    Entre as candidaturas selecionadas constam propostas focadas essencialmente nos setores da Educação e Saúde, sendo algumas intervenções transversais a ambos os setores:

    1. “OCUPADO PARA SE DESENVOLVER”, a ser implementado pela Aldeia de Crianças SOS Angola (Huambo), visando essencialmente apoiar crianças vulneráveis dentro de famílias monoparentais lideradas por mulheres que, com este apoio, irão beneficiar de ações de alfabetização e cursos vocacionais para melhor acompanhamento escolar dos seus filhos. Será facilitada a matrícula de crianças no sistema formal de ensino, estabelecendo parcerias com professores voluntários para aulas de reforço académico, com o objetivo de contribuir para o aumento da taxa de matrícula e do aproveitamento académico na comuna da Calimba, província do Huambo;

    2. “FEIRA DE SAÚDE – UM MODELO DE ENGAJAMENTO COMUNITÁRIO”, a executar pela Associação Juvenil de Apoio às Comunidades (AJACOM) em Luanda, promovendo o acesso a informação e serviços médicos através da realização de seis feiras dedicadas ao combate à malária e outras doenças, fomentando a saúde preventiva, estando igualmente prevista a realização de sessões de teatro comunitário sobre malária e medidas de prevenção, além da difusão de programas de rádio sobre educação para a saúde;

    3. “A DECISÃO DE ESPERAR: GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA NUMA ÁREA RURAL”, a executar pelo Centro Multifuncional Ir. Maria Dionice, localizado na província do Moxico e criado pelas Irmãs da Congregação das Filhas de Sant,’Ana, por forma a, por um lado, reduzir o insucesso escolar de pré-adolescentes e adolescentes grávidas e mães e, por outro, prevenir a gravidez prematura e indesejada, além de promover capacitação técnico-profissional dos beneficiários diretos através de formação, palestras e acompanhamento personalizado;

    4. “ACESSO E ENSINO DE QUALIDADE NO BAIRRO ROCHA PINTO – FASE III”, já em curso e implementado pela Congregação das Servas de Nossa Senhora de Fátima na Escola do 1º Ciclo do Ensino Secundário Luiza Andaluz (Luanda) que, com este apoio, irá beneficiar do apetrechamento de seis novas salas de aulas, de uma biblioteca e de uma sala de ensino especial;

    5. “VIDA POSITIVA – TENHO DIREITO”, a ser implementado pelo Fórum Juvenil de Apoio à Saúde e Prevenção da SIDA (FOJASSIDA), por forma a reforçar a adesão a assistência psicológica e psicossocial de crianças e adolescentes que vivem com VIH e SIDA, além de assegurar o cumprimento dos tratamentos antirretrovirais e estarem previstas diversas iniciativas de sensibilização sobre transmissão e prevenção do VIH no município do Cazenga, em Luanda, promovendo um ambiente de não discriminação da criança seropositiva e o acesso a cuidados de saúde primários;

    6. “EQUIPAR A BIBLIOTECA DO CENTRO DE FORMAÇÃO INTEGRAL DE KALA KALA”, a ser implementado pelos Salesianos de Dom Bosco, possibilitando uma educação de qualidade aos beneficiários da Rede Salesiana de Proteção da Criança em Situação de Rua em Luanda, para que possam recorrer a livros para estudar, aprofundar e aprender novas matérias.

    O Fundo de Pequenos Projetos, disponibilizado pelo Camões – Centro Português da Cooperação, visa minimizar necessidades no domínio social (Saúde e Educação, em particular) identificadas por atores da sociedade civil que, pelo seu cariz e pequena dimensão em termos orçamentais, não sejam consideradas para outro tipo de apoios institucionalizados no quadro da Cooperação Portuguesa ou de outros parceiros de desenvolvimento. As ações devem estar alinhadas com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (Agenda 2030).

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Africell lança campanha de diversificação de agentes com foco na criação de novos negócios:

    | A Africell está a abrir as suas portas para que empresas e particulares se tornem Agentes de Recargas Electrónicas (EVC) da Africell numa...

    ZAP proporciona momento mágico a mais de 170 crianças de lares Vidas ZAP com o grande “Show do Panda E Os Caricas”.

    Luanda, 11 de Junho de 2024 – No dia 7 de Junho, a ZAP reuniu mais de 150 crianças, na acção Vidas ZAP "Show...

    Guitarrista Texas cobra 50 mil kwanzas para colaborações musicais

    Por: Helder Lourenço O guitarrista angolano Texas revelou, em entrevista ao programa "Dia Alegre" da Platina FM (96.8), que cobra apenas 50 mil kwanzas por...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto