- Publicidade -

Visit arnan.me
More

    Coreia do Norte anuncia primeiros casos de Covid-19

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Mais de dois anos após a Organização Mundial da Saúde (OMS) classificar a covid-19 como pandemia, a Coreia do Norte ordenou um estrito lockdown nacional ao confirmar oficialmente suas primeiras infecções pelo novo coronavírus.

    A imprensa estatal relatou um surto da variante ômicron na capital, Pyongyang, mas não informou o número de casos. A Coreia do Norte rejeitou qualquer tipo de programa de vacinas, mesmo quando oferecidas por outros países.

    Em vez disso, controlou a covid fechando suas fronteiras — e nunca anunciou um caso da doença, apesar de especialistas acreditarem que o vírus está presente no território há muito tempo.

    Observadores internacionais dizem que a população de 25 milhões do país é vulnerável devido à falta de um programa de vacina contra a covid-19 — o governo norte-coreano recusou até mesmo ofertas da comunidade internacional para fornecer milhões de vacinas AstraZeneca e Sinovac de fabricação chinesa no ano passado.

    Também houve preocupações sobre o sistema de saúde precário da Coreia do Norte. A agência estatal KCNA disse que o líder Kim Jong-un prometeu erradicar o surto, que chamou de “grave emergência nacional” que violou a “frente de quarentena” do país.

    Mas, sua estratégia de fechar as fronteiras um dos primeiros países a fazer isso, em janeiro de 2020, também impediu a entrada de suprimentos essenciais no país, levando à escassez de alimentos e a uma recessão econômica.

    Nesta quinta-feira , a KCNA disse que Kim ordenou controles de vírus de “emergência máxima”, que pareciam incluir ordens de lockdowns localizados e restrições de coleta nos locais de trabalho. A agência de notícias norte-coreana acrescentou que o primeiro caso da ômicron teria sido detectado na capital há quatro dias.

    Moradores de algumas áreas de Pyongyang foram submetidos ao confinamento por pelo menos dois dias antes do último anúncio, segundo o NK News, um site de monitoramento com sede em Seul, na Coreia do Sul.

    O governo sul-coreano disse que ofereceu novamente assistência humanitária ao Norte em resposta às notícias do surto. Pyongyang ainda não respondeu.

    Analistas dizem que a divulgação dos casos de covid por Pyongyang neste momento é significativa e pode prejudicar as ambições nucleares do país.

     

    Fonte: BBC NEWS

    Share this
    Tags

    A Bombar

    José Paciência fala sobre preconceitos no seio Artísticos “Nós temos lutado com pessoas erradas”

    Em um mundo onde a arte é muitas vezes definida por fronteiras rígidas e expectativas preestabelecidas, José Paciência com uma carreira marcada por obstáculos...

    INADEC realiza 1ª edição do fórum de empreendedorismo digital e conscientização empresarial

    O INADEC realizou, nesta Sexta-feira(12), no Ministério do Comércio, a primeira edição do fórum de empreendedorismo digital e conscientização empresarial. O evento teve como objectivo...

    Comité Mister Angola comemora 25 anos de existência com jantar intimista

    O comité Mister Angola celebrou os seus 25 anos de existência, neste Domingo(14), com um jantar intimista que reuniu todos os misteres e patrocinadores...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Visit arnan.me

    Mais como isto