- Publicidade -

More

    Cristã sudanesa grávida condenada à morte foi libertada

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    A justiça sudanesa decidiu anular a sentença de morte dada a uma mulher grávida de 27 anos por apostasia.

    De acordo com a Associated Press, que cita a agência oficial de notícias sudanesa, a decisão segue-se a um recurso dos advogados de Meriam Ibrahim.

    Meriam, filha de pai muçulmano mas criada pela mãe cristã, tinha sido condenada à morte por ter casado com um cristão. No Sudão, a conversão de muçulmanos a outros cultos é punível com a pena capital.

    Os advogados de Meriam, que entretanto deu à luz, argumentaram que a arguida tinha sido criada como cristã.

    O caso, que tem agora um final feliz, gerou uma enorme onda de indignação à escala global.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    “Mulher detida em Luanda após acumular dívida milionária em hotel de luxo

    Uma mulher de 36 anos assumiu uma identidade falsa de empresária e se hospedou em um hotel de luxo na região do litoral sul...

    “SIC desmantela rede de falsificação de dólares provenientes da RDC em Angola”

    O Serviço de Investigação Criminal (SIC) desmantelou uma rede de indivíduos angolanos que colaboravam com estrangeiros para introduzir dólares falsificados no país, provenientes da...

    Pinóquio: A Verdadeira História” traz emoção e diversão a 31 de Maio no ZAP Cinemas

    Luanda, 23 de Maio de 2024 – A emocionante estreia de "Pinóquio, a História Verdadeira" no ZAP Cinemas traz uma nova e divertida abordagem...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Visit arnan.me

    Mais como isto