- Publicidade -
InícioEspeciaisEfeméridesDia Mundial da Conscientização da violência contra pessoa idosa

Dia Mundial da Conscientização da violência contra pessoa idosa

- Publicidade -

Por: Milca Caquesse

O mundo assinala hoje, 15.06, o Dia da Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa, data esta que foi oficialmente reconhecida pela Assembléia Geral das Nações Unidas em 2011, após solicitação da Rede Internacional de Prevenção ao Abuso de Idosos (INPEA), que estabeleceu a comemoração em Junho de 2006.

A população mundial está a envelhecer e, por isso, torna-se urgente repensar o papel dos idosos e a sua importância nas sociedades. Segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde) estima-se que até 2050 o número de pessoas com mais de 60 anos triplique e passe de 400 milhões para mais de 2 mil milhões a nível mundial.

As sociedades precisam ser criativas na adaptação do envelhecimento populacional com medidas que devem proporcionar uma maior qualidade de vida aos idosos, antecedendo a isso políticas públicas para um ambiente salutar de envelhecimento populacional.

No nosso país, o executivo liderado pelo Presidente João Lourenço têm de forma afincada trabalhado na continua criação de políticas que aumentem o amparo aos nossos idosos, bem como acções que os integrem na sociedade, participando na elaboração e implantação de políticas inclusivas que afectem directamente o seu bem-estar e que desenvolvem maneiras de servir a comunidade e dividir os seus conhecimentos com os jovens.

Uma nota particular neste dia devo dedicar a plataforma Dikota E_6.0, que é uma iniciativa da Primeira-Dama da República de Angola, Ana Dias Lourenço, e que tem como propósito a valorização da transferência de conhecimento intergeracional e a transmissão, no seio das comunidades, de valores e de saberes. Este projecto valoriza sem dúvidas a transferência de conhecimento e a transmissão, no seio das comunidades, entre os mais velhos e os jovens.

Meu apreço e reconhecimento estende – se igualmente a Associação de Amizade e Solidariedade para com a Terceira Idade (AASTI) pelo programa maravilhoso realizado ao logo destes anos no que diz respeito ao trabalho social com os nossos idosos, promoção de acções de formação fazendo – os sentirem – se úteis para nossa sociedade e outras actividades que têm sido imensamente positivas.

Neste período em que vivemos onde as palavras de ordem têm sido o isolamento, distanciamento social e físico o máximo que possível, por fazerem parte do grupo de risco, as necessidades dos nossos idosos aumentam. Daí ser necessário que no âmbito da responsabilidade social de cada um de nós, realizemos acções na nossa comunidade tendo em conta esta franja da sociedade. No que for possível não deixemos de fazer pelos nossos mais velhos algo que propicie ultrapassar melhor este momento de pandemia.
“Envelhecer é uma dádiva que deve ser encarada não como uma perda de habilidades, mas como uma oportunidade para transmitir os conhecimentos adquiridos ao longo da vida.”

Cuidemos dos nossos idosos, com amor, dedicação e gratidão.

Por: Milca Caquesse
Jurista/Política
Activista para questões do género

- Publicidade -spot_img
Mais recentes
Artigos relacionados
- Publicidade -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments