- Publicidade -

More

    Entrevista Exclusiva com Dr Caetano Prata “o primeiro Cirurgião plástico Angolano”

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

     

    Dr Caetano Prata nasceu aos três de Março, é casado, é lincenciado em medecina na Especialidade cirugia plastica, estetica e reconstrutiva. É membro associado da sociedade brasileira de ·Cirurgia Plástica Estética e Reconstrutiva. É Angolano, e fala pela primeira vez a uma impressa angolana e respondeu gentilmente com exclusividade todas perguntas da Platina Line.

     

     

    MILCA CAQUESSE: Digo por experiência própria que é um profissional bastante talentoso, dedicado e paciente… Conte-nos um pouco como escolheu esta profissão…

     

    CAETANO PRATA: Desde menino queria ser médico, como contam os meus pais. Durante a faculdade de medicina, estudava com bastante afinco e demonstrava interesse na especialidade de cirurgia plástica. Realizava leitura sobre e os grandes nomes de referência na cirurgia plástica, tais como Ivo Pitanguy ( referência em cirurgia plástica no Brasil e no mundo ), Gillies, Joseph e etc…

     

    M.C: É o mercado angolano já aberto para as cirurgias estéticas?

     

    C.P: Com o fenômeno da globalização, Angola como muitos países, começa a dar passos muito firmes e seguros na busca de ter em seu território bons profissionais, já que as pessoas mundialmente querem ter sua auto-estima sempre elevada. Isto reflete-se de forma positiva na medida em que cada vez mais pacientes ( homens e mulheres) buscam os nossos serviços, encontrando atendimento, instalações hospitalares, tratamento humanizado, profissional e eficiente por parte de toda equipe médica e enfermeiros.

    M.C: Que tipo de cirugias de estética e de reconstrução são mais solicitadas atualmente no nosso país?

     

    C.P: As cirurgias estéticas, mais procuradas nos nossos serviços são: Plástica Mamária de Aumento com Silicone; Plástica Mamária Redutora; Abdominoplastia; Lipoaspiração de Gorduras Localizadas; Próteses de Glúteo “bumbum” e Bioplastia para correcção de rugas de expressão. As cirurgias reconstrutivas mais procuradas são as para queimaduras e suas sequelas; recostrução de deformidades de forma geral; bioplastia para correções de deformidades adquiridas ( sequelas de traumas, pacientes com HIV em que têm perdas de gorduras na face ) e reconstrução mamária pós cirurgia amputação mamária por cancro e etc…

     

    M.C: É notável ver-mos que o mercado da beleza e estética é dos que mais cresce em todo mundo. No seu ponto de vista como profissional da área, porque será que isto acontece?

     

    C.P: Todos amam o belo. O desejo veemente da beleza, da perfeição das formas, sempre imperou na vida do homen. A busca do elixir da vida têm frequência cada vez maior, a medida que se torna mais intensa a procura da longa vida eterna, com qualidade. No entanto, esforços sérios têm sido realizados no intuito de melhorar a qualidade de vida das pessoas. Desta forma tem-se permitido ao indivíduo dispor do binômio inteligência e beleza, ao longo da vida. Ou seja as pessoas adquirem sabedoria com longos anos de vida, podendo chegar nesta fase, com suavidade e de bem com o corpo e a beleza em dia, respeitando os desejos de cada um. Ou seja, o aumento da expectativa de vida, associado a necessidade de vida útil por muito mais tempo, não implicam que aqueles que têm a melhor idade não possam gozar das benesses da cirurgia plástica, ao contrário, podem se quiserem apenas suavizar os efeitos do tempo, ou adotar tratamentos mais evasivos, tudo de acordo com o que desejar.

     

    M.C: Que tipo de cirugias estéticas são mais arriscadas e porquê?

     

     

    C.P: Lembrar que todas as cirurgias têm riscos inerentes ao próprio procedimento. As cirurgias que demandam maior tempo cirurgico no bloco e alguns tipos de cirurgias combinadas, são em tese as mais arriscadas, devendo ser individualizadas para cada tipo de paciente .

     

    M.C: E na existência de factores de riscos gerais tais, como tabagismo, obesidade e doença cardiaca pré existente, etc.. quais os cuidados a se ter após qualquer tipo de cirugia estética ou de reconstrução?

     

    C.P: Seguir religiosamente as orientações médicas. O repouso e deambulação precoce; dietas específicas e uso de cintas pós cirurgicas apropriadas, esses seriam os cuidados preliminares. A médio e longo prazo, actividades físicas com certa regularidade e mudanças de comportamento e re-educação alimentar são as chaves para um melhor resultado.

     

    M.C: Qual é a diferença entre uma lipoaspiração e a abdominoplastia?

     

    C.P: Ambos os procedimentos são cirurgicos, sendo a lipoaspiração para tratamento de gorduras localizadas ( dando formas ou as realçando ) com uso de finas canulas; já abdominoplastia, serve para tratamento da musculatura abdominal e excisão da redundância da pele em avental pós gestações ou grandes perdas ponderais. Ambos os procedimentos podem ser realizados em simultâneos.

     

    M.C: Pode uma paciente submeter-se a uma lipoaspiração, a uma abdominoplastia ou a um implante de silicone mamário antes de ser mãe?

     

    C.P: Sim, os procedimentos podem ser realizados antes da gestação, não constituem contra-indicações absolutas.

     

    M.C: Que recomendações e conselhos normalmente dá aos seus pacientes quando o procuram para fazer uma cirurgia estética?

     

    C.P: Sempre ver os anseios da paciente e o que de facto ela procura. O estado psicológico dos mesmos, na presença de sinal de distúrbio psicológico ou na busca para salvar o seu casamento com o uso de cirurgia plástica para resgatar o marido ou o conjuge, é-lhe recomendado acompanhamento psicológico. A presença dos pais ou do casal é fundamental para a chave do sucesso para o procedimento, sempre solicito a presença dos mesmos.

     

    M.C: Em que casos não recomenda uma cirurgia estética?

     

    C.P: Pacientes com distúrbios de comportamento e psicológicos.

     

    M.C: Fugindo um pouco do campo das cirugias estéticas, tem sido procurado também para cirurgias de reconstrução?

     

    C.P: Sim! Pacientes com reabsorção de gorduras na face e glútea por HIV têm na bioplastia um óptimo resultado para correcção e devolver a sua auto-estima, sequelas graves de queimaduras e pacientes submetidas a mastectomia pós cancro.

     

    M.C: Falando mais específicamente sobre a cirurgia de reconstrução mamária tive a oportunidade de ler algum tenpo atrás que pesquisadores em Barcelona, desenvolveram uma nova técnica cujo objectivo é a reconstrução imediata da mamã, após a sua retirada fazer uma reconstrução com gel… quer nos dizer o que acha de mais este avanço da tecnologia?

     

    C.P: Essa técnica não é nova. A reconstrução mamaria pode ser realizada de imediato ou tardia com uso de prótese de silicone ou mesmo o próprio tecido da paciente com excelentes resultados.

     

    M.C: Particularmente, acha necessário ou já pensou em passar por algum tipo de cirugia estetica(risos)?

     

    C.P: Risos… Se, necessário claro que faria, mais acho que por enquanto não há necessidade (risos).

     

    M.C: Como é o seu dia-dia?

     

    C.P: Geralmente, tenho uma rotina muito peculiar, atividade física pela manhã com regularidade (ginásio e corrida com grupo de amigos), cirurgias pela manhã e final de semana quase sempre na presença ou em companhia de familiares (na qual me energizo).

     

    M.C: O que gosta de fazer nos seus tempos livres?

    C.P: Leitura; actividade física e praia.

     

    M.C: Como visualiza o futuro da medicina estética em Angola?

     

    C.P: Como já foi dito, a busca pela beleza e perfeição das formas em homens, mulheres, jovens, idosos têm evoluido em todo mundo. As pessoas não ficam mais em casa recolhidas, se tem uma deformidade, um excesso de gordura, ou se não lhes agrada o nariz, boca, orelha, seios, glúteos. Isto é uma tendência mundial as cirurgias correctivas e estéticas, só fica insatisfeito hoje quem quer. Assim, inseridos neste contexto, nosso povo angolano, que atravessou tantas dificuldades, mantém a sua estima, vaidade e começa a ter maior cuidado e mudança de comportamento em relacção a sua auto-estima, seguem em busca de tratamentos se julgam que não estão satisfeitos, daí que visualizo uma demanda nesse seguimento.

     

    M.C: Já existem muitos profissionais na área da cirurgia plástica?

     

    C.P: Não! Existem poucos cirurgiões plásticos no País.

     

    M.C: Considera-se um homem realizado?

     

    C.P: Seguindo a teoria de Maslow, “o homem sempre busca a satisfação de suas necessidades, e na medida em que são satisfeitas, outras idéias e aspirações surgem”. Assim, quero ver nosso país ascender cada vez mais, que nosso povo possa estar cada vez melhor, e que possa auxiliar as pessoas a ter sua vida mais feliz no momemto em que satisfazem um desejo de ter uma parte do corpo modificada para melhor como assim idealizava.

    M.C: Quais são os seus projectos e perspectivas para este ano?

    C.P: Maior divulgação da possibilidade de realizar cirurgias plásticas, com eficiência e qualidade em Luanda.

     

    M.C: Sei que participou na corrida anual Demóstenes de Almeida 2010… Já tem participado ? O que o motivou a correr?

     

    C.P: Sempre tive na corrida a minha válvula de escape para o stress e forma de socializar-me com os mais variados segmentos da sociedade quer seja no país ou no exterior. Já participei em várias corridas as ½ maratonas de Salvador ( Bahia ); do Rio de Janeiro, cerca de 21 km e trajectos mais curtos como as da S.Silvestre, da Record e da Sonangol (10km ). É gratificante terminar uma prova, a sensação é inexplícavel.

    M.C: Como membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e membro da Sociedade Brasileira de Reconstrução Capilar está naturalmente diante de uma responsabilidade profissional, como faz para manter o seu bom nome como profissional e primar cada vez mais os seus conhecimentos em sua área de actuação?

    C.P: Ter sempre uma conduta de zelo enquanto formador de opinião. Participação regular em congressos e simpósios de cirurgia plástica como participante e como prelector. Participar em cirurgias com outros cirurgiões mais e menos experientes na área de actução, sempre se aprende algo. Invistir na melhora da relação médico-paciente.

     

    M.C: Se não fosse cirugião plastico, que sector da vida profissional lhe fascinaria seguir?

     

    C.P: Sempre cirurgião plástico, amo o que faço.

     

    M.C: O que mais lhe atrai nas mulheres?

    C.P: A acapacidade de se reiventarem.

     

    M.C: Tem cuidados especiais com sua aparência física?

     

    C.P: Actividade física e leitura, ou seja corpo são, mente sã.

     

    M.C: Qual é a a sua maior qualidade e qual é o seu maior defeito?

    C.P: Ser muito perfeccionista e aceitar desafios, quanto maiores, melhor.

     

    M.C: Sei que a maioria dos seus pacientes, depois de passarem por si têm-no de seguida como um amigo. No caso das mulheres como faz para que o sentimento de amizade e cuidado não seja levado para o lado menos profissional?

     

    C.P: Sou muito bem casado tenho uma companheira maravilhosa, nós nos escolhemos, assim no trabalho busco assim como ela ser profissional.

    M.C: Já se sentiu assediado por uma paciente?


    C.P: Trato os pacientes como todos gostariam de ser tratados, com educação, respeito e ética, afinal é um ofício, assim não há espaço para este tipo de conduta.

     

    M.C: Qual é o seu maior sonho?

     

    C.P: Ampliar a satisfação estética das mulheres angolanas.


    M.C: É um homem feliz?

    C.P: Sou feliz por ser angolano, sinónimo de persistência e ser vencedor, pela família que tenho e por ser membro da renomada, sociedade brasileira de cirurgia plástica como especialista.

     

    M.C: Que conselho gostarias de deixar para todas as leitoras e leitores do portal Platinaline sobre os cuidados a terem com a aparência estetica?

    C.P: Que cuidem de si, como uma jóia e caso, não estejam satisfeitos com a própria imagem procurem um profissional sério para a devida avaliação e se fazerem as devidas correcções.

     

    Para melhores esclarecimentos e dúvidas, consulte o site:- www.caetanoprata.com.br


    Share this
    Tags

    A Bombar

    Restos mortais de Ângelo Victoriano repousam na Santa Ana

    Os restos mortais do antigo basquetebolista Ângelo Victoriano repousam, desde hoje, quarta-feira, no cemitério do Santa Ana, em Luanda. Ângelo Victoriano, o segundo angolano a...

    Coca-Cola e Química Verde levam água potável à província do Bengo com Biofiltros

    Por Sara Rodrigues Fotógrafo: Joaquim Manuel A Coca-Cola, em parceria com a Química Verde, implementou nesta quarta-feira, 17 de abril, uma iniciativa para proporcionar água potável...

    “O mundo não aprecia coitados nem perdedores”, diz Teresa Sara

    A atual Miss Angola Internacional, Teresa Sara, deixou um conselho para as jovens que a veem como modelo. Em sua abordagem, aconselhou-as a lutar...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto