- Publicidade -

More

    Estudo revela que consumidores de café tendem a viver mais tempo

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Os consumidores de café tendem a viver mais tempo, dizem os cientistas da Faculdade de Medicina da Universidade de Stanford, que descobriram a relação entre o avanço da idade, a inflamação sistémica, as doenças cardiovasculares e o consumo de cafeína.

    De acordo com o estudo publicado recentemente na revista científica Nature Medicine, o processo inflamatório crónico, que ocorre em algumas pessoas mais velhas e que pode desencadear problemas cardiovasculares, tende a ser revertido com o consumo regular de cafeína.

    O estudo também fornece provas de que a cafeína e os seus próprios metabólitos podem contrariar a acção de metabólitos circulantes de ácido nucleico, explicando por que os consumidores de café tendem a viver mais tempo do que os que se abstêm. Segundo David Furman, consultor do Stanford Institute for Immunity, Transplantation and Infection e autor principal do estudo, mais de 90 por cento de todas as doenças não transmissíveis relacionados com o envelhecimento estão associadas com a inflamação crónica.

    Antes da década 1980, Angola tinha uma produção de café que ultrapassava duas centenas de toneladas, colocando o país entre os cinco maiores produtores mundiais. Actualmente, este cenário é diferente, entretanto, existem programas e iniciativas de revitalização da produção do café. A Angonabeiro, com as marcas Delta Cafés, Ginga e Delta Q, assume-se como uma das empresas que mais promove o consumo de café em Angola e tem vindo, cada vez mais, a incutir este saudável hábito no consumidor angolano.

    Sobre a Angonabeiro

    A Angonabeiro é uma empresa do Grupo Nabeiro, que, desde o ano 2000, actua no mercado angolano na área do comércio e da indústria.

    O Grupo Nabeiro e a Delta Cafés mantêm uma forte e antiga ligação com Angola, que remonta à época em que o país ocupava um lugar de relevo na produção mundial de café.

    Quando Angola iniciou o seu processo de pacificação, nos finais dos anos 90, a Delta Cafés foi convidada pelo governo de Angola para colaborar na reabilitação e reactivação de uma antiga unidade industrial, com o objectivo de relançar a marca de café “Ginga”, com produção de café 100% Angolano.

    Pode ter mais informações sobre a Angonabeiro em: http://www.angonabeiro.co.ao

    Share this
    Tags

    A Bombar

    “Mulher detida em Luanda após acumular dívida milionária em hotel de luxo

    Uma mulher de 36 anos assumiu uma identidade falsa de empresária e se hospedou em um hotel de luxo na região do litoral sul...

    “SIC desmantela rede de falsificação de dólares provenientes da RDC em Angola”

    O Serviço de Investigação Criminal (SIC) desmantelou uma rede de indivíduos angolanos que colaboravam com estrangeiros para introduzir dólares falsificados no país, provenientes da...

    Pinóquio: A Verdadeira História” traz emoção e diversão a 31 de Maio no ZAP Cinemas

    Luanda, 23 de Maio de 2024 – A emocionante estreia de "Pinóquio, a História Verdadeira" no ZAP Cinemas traz uma nova e divertida abordagem...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto