Itália quer mais gás angolano para diminuir dependência da Rússia

0
82

Itália e Angola assinaram hoje um acordo no domínio da cooperação energética que visa, entre outros objetivos, aumentar as exportações de gás a partir de Angola e diminuir a dependência do país europeu face ao abastecimento russo.

O acordo foi assinado no Ministério das Relações Exteriores, em Luanda, pelo ministro angolano dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás, Diamantino Azevedo, e pelo ministro italiano da Transição Energética, Roberto Cingolani, que substituiu o primeiro-ministro italiano, Mario Draghi, depois de este ter anunciado o cancelamento da viagem por testar positivo à covid-19.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments