- Publicidade -

More

    Jovem angolano distinguido pela ONU como um dos 100 afrodescendentes mais influentes do mundo

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    António Fazenda explicou à FORBES ÁFRICA LUSÓFONA que o reconhecimento é resultado de um trabalho colectivo desenvolvido no continente africano, com ênfase nos Países de Língua Oficial Portuguesa.

    O Presidente do Conselho de Curadores e Membro Fundador da Coligação da Juventude dos PALOP – Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (CJP), António Fazenda, nascido em Angola há 25 anos, foi reconhecido, esta Segunda-feira, 3 de Outubro, em Nova York, Estados Unidos da América, pela Organização das Nações Unidas (ONU) como um dos “100 afrodescendentes mais influentes do mundo”.

    Em exclusivo à FORBES ÁFRICA LUSÓFONA, António Fazenda estudante finalista de Gestão de Empresas na Universidade de Santiago, em Cabo Verde, e em Liderança Cívica pelo Centro Regional de Liderança da África Austral – YALI, em parceria com a Universidade da África do Sul, considera que o reconhecimento é resultado de um trabalho colectivo que a CJP tem desenvolvido em África, com maior realce nos PALOP. Galardoado na categoria de “Política e Governança”, António defende ser importante que os jovens possam estar mais activos na vida política e social, sobretudo nos órgãos de tomada de decisões.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Bessa Teixeira tenciona cantar Kuduro com Pai Diesel “Quero ver o seu grito meu kamba”

    Em uma entrevista recente no programa "A Tarde é Nossa", da Tv Zimbo, o cantor angolano Bessa Teixeira manifestou o desejo de cantar kuduro...

    Província de Luanda conquista campeonato nacional de MMA

    Por: Helder Lourenço A Província de Luanda conquistou a 3.ª Edição do Campeonato de MMA, que decorreu na província de Benguela de 18 a 21...

    Província de Luanda conquista campeonato nacional de MMA

    Por: Helder Lourenço A Província de Luanda conquistou a 3.ª Edição do Campeonato de MMA, que decorreu na província de Benguela de 18 a...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto