- Publicidade -

More

    Lewis Hamilton vence Grande Prémio da China em F1

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    O piloto Lewis Hamilton foi o vencedor do Grande Prémio da China em Fórmula 1, no circuito internacional de Xangai, ao volante do seu Mercedes. O britânico, campeão em título, soma duas vitórias em apenas três provas desta época.

    Hamilton fez as 56 voltas do percurso, num total de 305,066 quilómetros, em 1h39m42.008s. Os restantes lugares do pódio foram ocupados pelos alemães Nico Rosberg (igualmente da Mercedes), a uns escassos 0.714s, e por Sebastian Vettel (Ferrari), um pouco mais atrás, a 2.988s.

    Entre os dez mais rápidos, seguiram-se-lhes Kimi Raikkonen (Ferrari), a 3.835s; Felipe Massa (Williams-Mercedes), a 8.544s; Valtteri Bottas (Williams-Mercedes), a 9.885s; Romain Grosjean (Lotus-Mercedes), a 19.008s; Felipe Nasr (Sauber-Ferrari), a 22.625s; Daniel Ricciardo (RedBull-Renault), a 32.117s; e Marcus Ericsson (Sauber-Ferrari), a uma volta.

    A volta mais rápida foi também de Hamilton, a 31.ª, que perfez em 1m42.208s, a uma velocidade média de 191,997 km/h. A média de Lewis Hamilton durante a prova foi de 183,59 km/h.

    Foi uma prova perfeita para Hamilton, que saíra da grelha na pole position depois de ser o mais rápido na qualificação. Foi a terceira vez esta época que o piloto da Mercedes arrancou da primeira posição da grelha de partida, desta vez ao lado do companheiro de equipa Nico Rosberg. Tal como no pódio da corrida, também o terceiro lugar da grelha de partida fora de Vettel.

    Hamilton, campeão do mundo em título – já soma um total de quatro –, teve um bom desempenho logo na partida e controlou toda a corrida, como se de um passeio de domingo se tratasse. Não deu hipóteses nem mesmo ao seu companheiro de equipa Nico Rosberg.

    O britânico terminou a prova quase ao ralenti, atrás da viatura de segurança e sob bandeira amarela devido ao abandono de Max Verstappen (Toro Rosso-Renault), com o motor partido. Bem antes disso haviam saído o alemão Nico Hülkenberg (Force India-Mercedes) à 10.ª volta, devido a um problema mecânico que o levou a uma saída de pista, e o russo Daniil Kvyat (Red Bull-Renault), com problemas no motor na 16.ª volta.

    Já no pódio, Hamilton fez questão de agradecer em chinês, lançando um sorridente “Xiexie!” (obrigado). Congratulou-se com o seu bom desempenho do fim-de-semana e trocou um vigoroso aperto de mão com Rosberg.

    “Acabei por conseguir fazer o que queria com o meu carro. Consegui sempre controlar a distância em relação ao Nico, gerindo com eficiência os pneus em função do que ia precisando”, descreveu o piloto britânico citado pela AFP.

    Foi a quarta vitória de Lewis Hamilton no circuito de Xangai, depois de 2008, 2011 e 2014, e é a 35.ª da sua carreira.

    Depois da prova deste domingo, a classificação geral do campeonato do mundo até ao quinto lugar é a seguinte: Lewis Hamilton (68 pontos), Sebastian Vettel (55), Nico Rosberg (51), Felipe Massa (30), Kimi Räikkönen (24).

    E a classificação dos construtores está assim ordenada: Mercedes-AMG 119 pontos, Ferrari 79, Williams 48, Sauber 19, Red Bull 13, Toro Rosso 12, Force India 7, Lotus 6.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Banco Bic abre inscrições para o crescer juntos e homenageia empresas co-investidoras

    O Banco BIC abriu nesta segunda-feira, 17 de Junho, as inscrições deste ano para ONGs, Fundações e Associações que necessitam de recursos financeiros e...

    Clénio & Clésio Gomes são os mais recentes acionistas do Luanda City, equipa recentemente promovida ao Girabola

    Clénio & Clésio Gomes são os mais recentes acionistas do Luanda City, equipa recentemente promovida ao Girabola É com imenso prazer que anunciamos a nossa...

    Jornalista Dalila Prata destaca-se no 21º Fórum Meteoclimatic no Média Workshop em Darmstadt (Alemanha)

    Por: Luizão Cabulo A jornalista angolana Dalila Prata destacou-se no 21º Fórum Meteoclimatic no Média Workshop em Darmstadt, Alemanha, representando Angola e a "TPA online"...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto