- Publicidade -

More

    Modelo Angolana: Lisandra Francisco, "Não dependo de dinheiro para ser feliz"

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

     

    Lisandra Francisco, agenciada pela Hadja é uma manequim de 1.81cm de altura super bem distribuídos. modelo de 20 anos de idade, recentemente recebeu uma proposta super tentadora da A agencia de modelos sul-africana Ice Model líder da indústria da moda no mercado sul africano. modelo angolana conta um pouco do caminho que percorreu para chegar a Lisandra Francisco que é hoje. Siga a entrevista com exclusividade a Platina Line.

     

     

     

    Lisandra, por onde você passa você tem fãs, e eles te acompanham mesmo! Como é para você receber esse carinho? Como surgiu a oportunidade para entrar na moda?

    A oportunidade de entrar para o mundo da moda surgiu a partir de um convite feito pelo meu agente Hadjalmar El Vaim que, ainda antes de ter aberto a agência Hadja Models, decidiu trabalhar comigo. A ele agradeço pela oportunidade, eu não tinha experiência, nem noção do que era a moda e foi ele que ensinou-me tudo. Fãs, não digo, mas sei que tem muita gente que admira o meu trabalho, que sabe que comecei de baixo e hoje já represento Angola em desfiles no exterior, isso é muito gratificante para mim.

     

    É importante ter uma agência?

    Para mim foi. Por isso creio que sim! Não sou contra as pessoas que optam por cuidar da sua própria carreira, mas a agência é o suporte de um manequim, é a garantia de formação, bons trabalhos, bons cachets , além de facilitar o nosso acesso à mídia.

     

    Quase toda a modelo em início de carreira leva um não. Qual é a melhor maneira de lidar com isso?

    Bem comigo não foi diferente. Muitas vezes deu-me vontade de desistir, mas tive um suporte, o meu agente e as minhas colegas que tenho como irmãs que me fizeram ver o enorme talento que tenho dentro de mim. Hoje, se levo um não, não me abalo. (Risos). É como se tivesse levado um “sim” porque sei que é só mais um trabalho! Virão outros, com certeza! Muitas das vezes quando o manequim não é escolhido não significa que não seja um bom manequim, mas sim que não se enquadra dentro dos parâmetros do que se está à procura e, algumas vezes, os organizadores de eventos ou as pessoas que dirigem os castings procuram por modelos/looks muito específicos. Para chegar aonde cheguei tive muita força de vontade, garra, determinação, humildade e, o mais importante, aprendi muito com os erros que fui cometendo ao longo da minha carreira.

     

    Você já foi chamada de feia, e hoje é uma das 20 TOP MODELS mais famosas de Angola. Como é ver aquelas pessoas que antes te chamaram de feia, hoje te ver fazendo muito sucesso?

    Bem acredito que feia nunca fui chamada ou pelo menos nunca o fizeram à minha frente, mas já ouvi coisas do gênero desiste tu nunca serás um manequim! Ninguém te vai chamar para trabalhos, não sabes andar, etc. Hoje muitas dessas pessoas que nunca acreditaram no meu sucesso ligam para a minha agência e solicitam o meu trabalho, isso é gratificante. É sinônimo de que estou a fazer um  bom trabalho.

     

    Você já pisou nas maiores passarelas de África e de Angola, já foi fotografada pelos maiores fotógrafos de África e Angola ou mundo. Como foi? Deu aquele famoso friozinho na barriga?

    Frio na barriga confesso que sempre dá nos desfiles, mas depois de já lá estar é tudo mais fácil. É como se estivesse a divertir-me com os meus amigos. Nas fotos não. É tudo muito mais fácil..

     

    Como é lidar com o glamour e o luxo do mundo da moda?

    Em  Angola é muito fácil, pois nós cá não temos grandes marcas. Admito que os angolanos vestem-se bem, mas não tem como comparar com as pessoas que realmente vivem de glamour e a cada evento são vestidas por grandes marcas que custam milhões de dólares. Por isso penso que o nosso conceito de glamour e luxo é muito mais fácil de se lidar até porque não temos críticos de moda e são poucos os consultores de imagem que exercem a sua função.

     

    Acha que a sua vida pessoal tem sido prejudicada pela carreira?

    De certa forma sim. A minha relação amorosa foi muito prejudicada no princípio, mas, hoje está tudo bem melhor. Tenho uma família e um companheiro que tem apoiado o meu trabalho, tornando tudo bem mais fácil.

     

    Orgulha-se do seu passado e do caminho que fez até aqui?

    Sim muito. Costumo dizer que tudo o que sou e que tenho hoje é fruto do que plantei no meu passado. Agora, só estou a colher. Orgulho-me muito porque amadureci e hoje encaro a vida de uma forma bem mais simples.

     

     

    É vaidosa?

    R: sim. Às vezes até demais.

     

    Perde-se por compras?

    R: Quando viajo sim. Perco-me a comprar sapatos.

     

    Costuma gastar muito dinheiro?

    R: Costumo gastar principalmente em sapatos, minha paixão.

     

    Que cuidados tem com o corpo?

    Não muitos. Tento estar sempre bem comigo mesma, como se diz mente sã corpo são. Faço ginástica porque além de ser manequim, sou atleta de volleyball. Tenho também cuidados com a alimentação. Como de tudo um pouco, sem  exageros.

     

    Tem o coração livre para amar neste momento?

    Para amor tem sempre espaço mas o meu coração está bem ocupado.

     

     


    Apaixona-se com facilidade?

    Em função da relação que tenho hoje, sim apaixono-me .

     

    O que valoriza num homem?

    Principalmente a humildade porque para mim é um valor que se recebe do berço. Quem não tem, dificilmente terá. O resto pode ser moldado, se não mudado.

     

    É uma mulher romântica?

    Sou. Ainda gosto de receber cartas, flores, mensagens de amor, sou muito a favor de um programa a dois. (Risos)

     

    Continua a estudar? Se sim, qual é o curso que faz?

    Sim, claro. Para mim formação é tudo. Estou prestes a terminar o curso de Psicologia organizacional.

    E quais são as suas perspectivas em termos profissionais para os próximos seis meses de 2011 e para os próximos anos?

    Para 2011 pretendo continuar a trabalhar  tanto em Angola como no exterior. Já tenho alguns trabalhos agendados. Em breve, pretendo fechar um contracto com uma agência em New York. O resto, o meu agente saberá decidir o melhor para mim.

     

    Até que ponto a fama, o dinheiro e o status trazem felicidade?

    Não dependo de dinheiro para ser feliz , sou feliz com aquilo que tenho alcançado.

     

    Você é espelho e modelo para várias garotas que sonham em seguir a carreira de modelo. Essa carreira não é fácil. Que dicas você pode deixar para elas?

    Primeiro, ser humilde, ter a certeza que é isso que quer, ter juízo e cabeça no lugar porque é um mundo em que facilmente as pessoas se desviam para outros caminhos, ser forte e determinada, marcar bem os objectivos para poder alcançar as metas com sucesso, dar sempre o melhor de si e provar que é boa no que faz . O resto conquista-se com o tempo.

     

     

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Grupo OMNIdata em parceria com a DELL realizam conferência sobre “ Segurança digital em um mundo conectado “

    A empresa OMNIdata realizou, nesta Terça-feira(23), no hotel Palmeira, em Talatona, uma conferência sobre Segurança digital num mundo conectado, com finalidade de ajudar várias...

    Total Energies Marketing Angola e BOB ECO inauguram primeiro Ponto de Carregamento de Bateria para Motas Eléctricas

    A TotalEnergies Marketing Angola e a BOB ECO inauguraram hoje, no posto de abastecimento TotalEnergies do Miramar, o primeiro ponto de carregamento de bateria...

    TPA e Dimond Films assinam acordo de estratégia para produção de conteúdos de ficção

    A Televisão Pública de Angola e a produtora Diamond Films assinaram na última quinta-feira, um protocolo estratégico para produção de conteúdos de ficção, que...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto