Luta contra o cancro da próstata reúne docentes e estudantes da Universidade Técnica de Angola

0
85

No âmbito da sua responsabilidade social, docentes e estudantes da Universidade Técnica de Angola, juntaram-se ao Movimento Internacional de consciencialização para controlo do Câncer da Próstata, designado “Novembro Azul”, durante uma marcha realizada na sexta-feira, em Luanda.

De acordo a nota que a redacção do PLATINALINE teve acesso, a referida marcha teve como objectivo de compartilhar informações e promover a consciencialização sobre a doença, proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico, tratamento e de contribuir para redução da mortalidade.

A marcha que partiu das imediações do Supermercado Shoprite Palanca até ao interior da instituição de ensino, mobilizou mais de uma centena de estudantes e dezenas de professores, bem como transeuntes que se juntaram, à medida que se familiarizavam com os objectivos da caminhada.

Segundo Osvaldo Mboco, membro da organização, a iniciativa da universidade inseriu-se no âmbito da campanha “Novembro Azul”, que teve origem na Austrália, em 2003, que visa chamar a atenção em todo o mundo para a prevenção e o diagnóstico precoces de doenças que atingem a população masculina, particularmente o cancro da próstata.

“Para a marcha, foram mobilizados os estudantes da UTANGA que, ao lado do corpo docente e demais interessados, procuraram partilhar informações e promover consciencialização sobre a doença de foro oncológico e esperar que acções do género ajudem no acesso aos serviços de diagnóstico, tratamento e redução das mortes”, disse Osvaldo Mboco. Novembro Azul, actividades a que Angola se associou através desta iniciativa da UTANGA, é uma campanha que ocorre em 21 países todos os anos e tem como principal objectivo alertar a respeito da necessidade de prevenção e realização do diagnóstico do cancro da próstata.

A Universidade Técnica de Angola – UTANGA, aprovada por Decreto Executivo n.º 29/07, de 7 de Maio, é uma Instituição Privada de Ensino Superior criada no ano de 2007. Tem contribuído para o engrandecimento da sociedade angolana, através do ensino e pesquisa e extensão, consolidando o seu papel de parceiro do Estado no domínio da formação.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments