- Publicidade -

More

    Ministro Da Defesa Nacional, João Lourenço, efectua corte de fita de nova unidade fabril da Cimangola

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Por: Sued de Oliveira
    Fotos: Edueni António

    A Cimangola, empresa produtora de cimento de capital cem por cento angolano, apresentou hoje às entidades governamentais e parceiros mais uma etapa do seu crescimento, com o arranque da nova unidade fabril, produtora de clínquer, resultado de um investimento de 300 milhões de dólares.

    O corte oficial da fita foi efectuado pelo ministro da defesa nacional e candidato a presidência da Republica, general João Lourenço, acompanhado da Ministra da Indústria, Bernarda Martins, e outras entidades governamentais.

    “A Cimangola tem sido, desde a década de 50, a cimenteira de referência, no mercado interno tendo também exportado cimento para África, posicionamento que se reforça com este investimento. Ao longo dos anos, a Cimangola tem tido um impacto não só a nível local como nacional e regional. A empresa vem contribuindo activamente para a edificação das infra-estruturas no país, e afirmação da economia angolana, desde os primórdios da sua criação, tendo contribuído sempre de forma efectiva e decisiva para a reconstrução nacional, mesmo durante os períodos mais difíceis da nação angolana”, afirmou Mário Medina, Administrador Delegado da Cimangola.

    Durante o processo de construção da fábrica, que durou 21 meses, foram envolvidos, na fase de maior intensidade, 700 trabalhadores. Para a sua operação, a nova fábrica necessita cerca de 220 novos postos de trabalho, mais de 85% de nacionalidade angolana, no curto prazo vindo a atingir os 100%. O Plano Contínuo de Formação desenhado para esta nova unidade já prestou mais de 50.000 horas de formação aos vários quadros técnicos, incluindo conteúdos de formação altamente especializados.

    Com esta nova unidade fabril, a Cimangola alcançará assim novos patamares com a produção de mais de 2 milhões de toneladas de clínquer e aproximadamente 2,4 milhões de toneladas de cimento por ano. Assim, o país torna-se autosuficiente na produção de clínquer, como já acontecia com a produção de cimento, sendo que já estão formalizados contratos para a exportação de clínquer.

    Foi ainda apresentado o conceito da marca Cimangola, cuja evolução transmite os valores da empresa: Proximidade, União, Orgulho, Transparência, e uma maior Angolanidade.

    Cimangola-3

    Ministro da Defesa João Lourenço
    Ministro da Defesa João Lourenço
    Sindika Dokolo Mentor do Projecto
    Sindika Dokolo Mentor do Projecto

    Cimangola-46 Cimangola-2 Cimangola-36 Cimangola-38 Cimangola-41 Cimangola-43 Cimangola-47 Cimangola-45 Cimangola-29

    O corte da fita
    O corte da fita

    Cimangola-27 Cimangola-35 Cimangola-17 Cimangola-16 Cimangola-11 Cimangola-10 Cimangola-12 Cimangola-13 Cimangola-20

    Fundada em 1955, a marca, que já soma mais de 60 anos de existência, tem agora a possibilidade de suprir as necessidades de importação de clínquer e poupar ao país cerca de 54 milhões de dólares. Os convidados tiveram a oportunidade de conhecer as principais áreas da fábrica, como a administração, a central de geração de energia, a sala de comando e controlo centralizado e as restantes instalações que dão vida ao processo produtivo.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Africell lança campanha de diversificação de agentes com foco na criação de novos negócios:

    | A Africell está a abrir as suas portas para que empresas e particulares se tornem Agentes de Recargas Electrónicas (EVC) da Africell numa...

    ZAP proporciona momento mágico a mais de 170 crianças de lares Vidas ZAP com o grande “Show do Panda E Os Caricas”.

    Luanda, 11 de Junho de 2024 – No dia 7 de Junho, a ZAP reuniu mais de 150 crianças, na acção Vidas ZAP "Show...

    Guitarrista Texas cobra 50 mil kwanzas para colaborações musicais

    Por: Helder Lourenço O guitarrista angolano Texas revelou, em entrevista ao programa "Dia Alegre" da Platina FM (96.8), que cobra apenas 50 mil kwanzas por...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto