- Publicidade -

More

    O talento e capacidade de empresário Angolano Riquinho

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Riquinho1

    Riquinho1 Luandense, o empreendedor Henrique Miguel “Riquinho” nasceu em 27 de Janeiro de 1964. Desde muito cedo, Riquinho desenvolveu visão global de negócios, fruto, em grande parte, da própria experiência de vida.

    Riquinho sempre teve apetência para liderança, aos 8 anos já era comandante da base de pioneiros da horta do Cazenga, e aos 10 anos seu espírito vitorioso era evidente conquistou todas categorias desde infantis, iniciados, Junior em atletismo dos 60, 80, 100, 150, 300, 400 metros de Angola.

    Depois de passar a infância em Angola, foi estudar em cuba e no estagio viajou para outros países navegando em locais como, Panamá, Golfo do México, Canadá, Estados unidos e alguns países da América do sul onde estudou Electrotecnia Naval. Aos 18 anos forma-se em Electrotecnia naval e tornou-se então pioneiro e primeiro oficial da marinha marcante em Angola. Participou da primeira troca de quadros portugueses por angolanos na Angonave.

    Em 1982 estagia por um ano na cabotang onde ficou destacado em vários navios no Lobito, fazendo várias viagens para Luanda, Cabinda e Soyo, onde concluiu com excelência. No mesmo ano entra para Angonave como oficial de Electrotecnia no sector de Maquinas.

    De 1983 a 1984 faz várias viagens para Europa. Em 1985 Assume a chefia da área de Electrotecnia dos navios. Após dois anos como efetivo é graduado, ainda no mesmo ano é preso durante 6 meses num dos navios de Angola com toda tripulação na Europa (na grande Crise da Angonave).

    Depois desse percurso brilhante como cidadão e herói nacional, Riquinho volta para Angola onde percebe que seu talento está em entreter multidões, e começa por dar as primeiras festas que iriam culminar com surgimento de uma discoteca em 1986. Com o agravamento da crise da Angonave ele abandona definitivamente os serviços. Depois disso começa-se a desenhar uma carreira de êxitos do Empresário, patrão da maior companhia de eventos de África. E o Horizonte 3000 começa por confirmar o talento de Riquinho em 1987, na altura era a maior discoteca da história no subúrbio.

    Começa ai os anos de ouro de uma empresa que mudou a maneira dos angolanos entreterem-se. Riquinho também foi inovador em relação as festas temáticas, ele em 1989 começa a dar as primeiras festas temáticas como “Festa do Short”, Festa do Monte Libano, Festa da Sanzala, Festa do Musseque, Festa Colorida, Festa do Azul e Branco, Preto e Branco, Da saudade, do Maculusso, do Cruzeiro, da Cidade Alta. Mas não parou por aí, mais uma vez inova na realização dos concursos de beleza e realiza o miss horizonte 3000, miss Luanda e faz o primeiro desfile de moda com Kayaya Junior que na altura era um dos melhores modelo internacionais de sucesso em Angola e Portugal.

    De 1989 a 1990 realiza a sua primeira festa de passagem de ano e que até hoje é considerada a melhor de todos tempos em Angola, na fortaleza com a presença de 3000 mil pessoas em uma unica noite. Seguiram-se mais alguns shows no mesmo local e cine tropical.

    Em 1990 do dia primeiro de janeiro nasce a empresa que veio mudar a forma e hábitos dos angolanos no que diz respeito a eventos. Dois meses depois surge a sua primeira grande produção, trás depois vários anos fora do Pais um grande nome, Paulo Flores realizando na época o melhor show no cine tropical com grande patrocínio de Lena Vargas e Melo Xavier o grande patrocinador de eventos na altura. Dai em diante nunca mais parou foram grandes realizações e os números impressionam, mais de 1000 músicos atuaram sob o selo da Casablanca e mais de 2500 espetáculos em 25 anos de existência.

    Ele apresentou todos os nomes imagináveis do cenário da musica nacional e internacional, a lista é interminável: Eduardo Paim, Juca, Tabanka DJazz, Mise, Oliver Ngoma, Livity, Kaoma, Lutchiana, Raça Negra, Bonga, Roberto Carlos, Júlio Iglesias, 50 cent, Akon, Gil, Pato, Rei Webba, Juventude AS, Só para contrariar, Alexandre Pires, Ivete Sangalo, Zezé Dicamargo e Luciano, KlB, Belo, Leonardo, Djavan, Cesária Évora, sisquo, G Unit, família Jackson, Waldemar Bastos, Cesar Augusto, Giliard, Don Kikas, SSP, Joe, Shaggy, Já Rule, Ashanti, Jimmy Cliff , Youssou ´Ndour , Daniela Merceury , DZRT, Mariza, Eve, Fat Joe, é uma lista longa e todos eles grandes nomes.

    Graças a esses feitos Riquinho recebe da entidade máxima de Angola o certificado de reconhecimento pelos serviços prestados a nação em prol da cultura Angolana e em particular ao Presidente da Republica José Eduardo Dos Santos. O Empresário é pioneiro e único que teve em mais de vinte dos seus eventos a presença do Presidente da República de Angola. A partir daí, começou a criar novas empresas, Casa Car, Casa Lar, Casa Real, Jornais e revistas nacionais, ficando famoso no mundo empresarial pela inclinação para assumir riscos.

    Desenvolveu em suas empresas um “processo de empreender” que chama de Visão 360º, que é no fundo um esquema com oito áreas (ou engenharias) que todo gestor deve ter em mente ao tomar suas decisões. São: engenharia de pessoas, financeira, jurídica, política, logística, ambiental e social, de marketing, junto com as áreas, ele enumera algumas qualidades aconselháveis: transparência e ética, pensar grande, perseverança, fluidez, liderança, paixão, sorte, capital de risco, stop loss, dividir resultados, conectividade, humildade e meritocracia.

    Sofreu alguns reveses nos negócios mas sua capacidade em superar e empreender sempre deu a volta por cima. Foi um dos maiores doadores de patrocínios a jornalistas, pequenos empresários, eventos extra Casablanca e ações de caridade. No campo social não ficou por aí, presenteou em 2007 a seleção nacional de basquetebol e toda delegação com uma viatura como prêmio de conquista do titulo continental, foram 30 viaturas, um feito para história.

    O empresário explica o que motiva ajudar quem o solicita: Nunca passou fome a sua sensibilidade vem da sua humanidade apesar do jeito grosso que as vezes aparenta e mostra. Desde muito cedo saiu de casa e ele teve que guiar a sua própria vida e essa experiência o fez ser uma pessoa sofredora e crescer com a vida, sempre fez tudo muito precocemente desde ser pioneiro, estudar fora, trabalhar cedo e ser sempre primeiro e melhor em tudo faz. Mas por incrível que pareça é humilde. E como recebeu patrocínios e apoios de outros para ser o mega empresário que é, também o faz para de alguma maneira agradecer a quem o ajudou também. E ainda continua mas, com menor intensidade, pois tem ajuda de outros empresários amigos que partilha com eles os mesmo ideais.

     

    Os músicos seus maiores fregueses já apoiou na edição de discos, já incluiu músicos em espetáculos com grandes nomes da música. Fala-se mesmo que foi pai das carreiras de Paulo Flores, Yuri da cunha e Yanick estes dois últimos mesmo sem disco no mercado na época, realizou com eles mais de 100 espetáculos. Teve também a mão na entrada definitiva de Waldemar Bastos para Angola, na altura Waldemar Bastos era tido como uma pessoa não grata e Riquinho com coragem trouxe a Angola e levou-o ao palácio Presidencial para cantar e emocionado ofereceu a sua coletânea de álbuns ao presidente da República.

     

    * 1964 – Nasce no dia 27 de Janeiro o empreendedor Henrique Miguel “Riquinho”.

     

    * 1986 – Riquinho organiza as primeiras festas que iriam culminar com surgimento da discoteca Horizonte 3000.

     

    * 1989 – Riquinho inova em relação as festas, tornando-as temáticas, tais como Festa do Short, Festa do Monte Libano, Festa da Sanzala, Festa do Musseque, Festa Colorida, Festa do Azul e Branco, Preto e Branco, Da saudade, do Maculusso, do Cruzeiro, da Cidade Alta. Organiza igualmente o concurso miss horizonte 3000 e miss Luanda, bem como organiza também o primeiro desfile de moda com Kayaya Júnior.

     

    * 1989/1990 – Organização da primeira festa de passagem de ano, que atualmente ainda é considerada a melhor de todos tempos em Angola. Realizada na fortaleza, com a participação de 3000 mil pessoas.

     

    * 1990 – No dia primeiro de janeiro nasce a empresa que veio mudar a forma e hábito dos angolanos no que diz respeito a eventos, a Casablanca. E neste mesmo ano é realizado o primeiro Grande Show Casablanca no Cine Tropical, com a presença de Paulo Flores, patrocínio de Lena Vargas e Melo Xavier.

     

    * 1994 – Realização dos primeiros shows na em estádios desportivos, com Raça Negra e SPC (Só Para Contrariar).

     

    * 1997 – Louvor de reconhecimento feito pelo Presidente da república.

     

    * 2002 – Organização daqueles que são considerados os melhores espetáculos da história de Angola, estiveram presentes Leonardo, Alexandre Pires, Daniela Mercury, Djavan, Ivete Sangalo, KLB, Harmonia do Samba, Belo, Os Travessos, Vava, Banda Malícia, Terra Samba, JuventudeS/A, Tabanka Jazz, Splash, J.B.

     

    * 2003 – CasaBlanca realiza Show de Roberto Carlos, no primeiro dos espetáculos agendados que marcam as festividades do primeiro ano de Paz, onde se destacou a presença do Presidente da República José Eduardo dos Santos. No mesmo ano houve a realização do show de outro grande nome da música internacional Júlio Iglesias. Ainda neste ano, realizaram-se grandes shows com as presenças de Bonga, Waldemar Bastos, Youssou ‘Dour, Zezé Di Camargo e Luciano, Sandy e Júnior. Final deste ano começa a saga de cantores americanos, Sisquo e Busta Rhymes.

     

    * 2004 – Casablanca recebe prêmio de espetáculo do ano, show de Busta Rhymes, no Moda Luanda 2004. Ainda neste ano, realiza o Festival Internacional da Paz com grandes músicos nacionais e internacionais, tais como: Já Rule, Mario Winans, JOE, Latoya Jackson, Eve, DMX, Saliff Keita, Tabanka Djaz, Papa Wemba, Gil Semedo, Gang do Samba, Luka, Zé Augusto, Banda Revelação, Pérola, Maurício Mattar, Pedro e Tiago, Chitãozinho Xororó, Carlos Nascimento, Wu-Tang Clan, Killa Hill, Army Music,All 4 One e Shaggy.

     

    * 2005 – Medalha de Angola 30 anos. Torneé Provincial com vários músicos nacionais e Djavan. Ainda neste ano surge a Casa Real (para realização de eventos desportivos).

     

    * 2006 – Leão de ouro FILDA, maior promotora de espetáculos. Neste mesmo ano houve a organização de eventos como: Festival da Paz em abril, participação de Angola no mundial Alemanha 2006, Festival Força Angola realizado em Lisboa na Praça do Comércio. Ainda neste ano teve a produção da maior obra disco-gráfica de todos os tempos, o CD Força Angola no âmbito do mundial de Futebol, com participação dos 20 melhores músicos Angolanos naquela altura. 100 mil cópias distribuídas e vendidas para todo mundo. Segundo a Billboard foi álbum depois do oficial da Fifa que mais vendeu. No mesmo ano tive espetáculos de artistas de peso como: Mariza, Akon, Alexandre Pires, Fábio Júnior, Vanessa Camargo, Leonardo, Danny L, DZRT e Boss AC.

     

    * 2007 – Menção honrosa e prêmio Rádio Luanda de empresário do Ano. Organização do show de um dos maiores ícones do Hip Hop 50 Cent, depois de The game, Foxy Brown, Omarion, e Fat Joe. Louvor de reconhecimento do Fundo Lwini (1ª dama da República) e Co-produção do Afrobasket em 5 províncias, prêmio de maior promotor de espetáculos de África no festival Pan-africano de música em Brazaville.

     

    * 2008- Notas de agradecimento , do Instituto Nacional do Sida, Professora Rosa Roque, Instituto Nacional da Criança e outros. Produção do Can de Handebol em 5 províncias.

     

    * 2009 – Realização da gala “Divas” onde premiou as melhores vozes femininas de Angola e internacional.

     

    * Condecorações e Reconhecimento

     

    Louvor de reconhecimento feito pelo Presidente da República de Angola.

    Prêmio de espetáculo do ano (Show de Busta Rhymes) no moda Luanda deste ano, dado pela Step Models de Karina Barbosa.

    32004 – Prêmio Unitel de maior cliente do ano (gastos de mais de 100 mil USD em chamadas telefônicas).

    42005 – Medalha Angola 30 anos

    Leão de ouro FILDA, de maior promotora de espetáculos. Igualmente menção honrosa e prêmio rádio Luanda de Empresário do Ano.

    Louvor de reconhecimento do fundo Lwini. Louvor de agradecimento (JMPLA, MPLA luanda). Prêmio maior promotor de espetáculos de África (Festival Pan-Africano de música em Brazaville)

    Notas de agradecimento do Instituto Nacional de luta contra o Sida, Instituto Nacional da Criança

    Diploma de mérito e medalha dos 50 anos do MPLA.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Restos mortais de Ângelo Victoriano repousam na Santa Ana

    Os restos mortais do antigo basquetebolista Ângelo Victoriano repousam, desde hoje, quarta-feira, no cemitério do Santa Ana, em Luanda. Ângelo Victoriano, o segundo angolano a...

    Coca-Cola e Química Verde levam água potável à província do Bengo com Biofiltros

    Por Sara Rodrigues Fotógrafo: Joaquim Manuel A Coca-Cola, em parceria com a Química Verde, implementou nesta quarta-feira, 17 de abril, uma iniciativa para proporcionar água potável...

    “O mundo não aprecia coitados nem perdedores”, diz Teresa Sara

    A atual Miss Angola Internacional, Teresa Sara, deixou um conselho para as jovens que a veem como modelo. Em sua abordagem, aconselhou-as a lutar...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto