- Publicidade -

More

    ONU reage a leilão de imigrantes africanos

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, disse, nesta segunda-feira (20), estar horrorizado com as imagens de vídeo que mostram migrantes africanos sendo leiloados como escravos na Líbia.

    As imagens, transmitidas pela rede americana de notícias CNN, mostram o que parece ser um leilão de migrantes negros para agricultores do norte da África. Segundo a reportagem, um homem teria sido vendido por US$ 400 para ser forçado a trabalhar na lavoura.

    “Não podemos tolerar nenhum tipo de escravidão no mundo. Trata-se de uma das mais graves violações dos direitos humanos, verdadeiro crime contra a humanidade, que deve ser investigado com rigor”, disse António Guterres.

    Reações na África

    O vice-premiê da Líbia, Ahmed Metig, respondeu que seu governo, que tem o apoio das Nações Unidas, investigará as denúncias imediatamente.

    Já o presidente da União Africana, o guineense Alpha Conde, pediu uma investigação e severas punições para o que ele classificou de “vergonhoso comércio de uma outra era”.

    (Com agência AFP)

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Shopping fortaleza incentiva as crianças a adoptarem práticas sustentáveis

    Com o objectivo de educar e entreter as crianças neste mês especial, o Shopping Fortaleza disponibilizou gratuitamente uma série de actividades que promovem valores...

    Passing Toloba pede ao Presidente da República que institua o Dia Nacional do Kuduro em Angola: “Por favor”

    Por: Sara Rodrigues Através dos microfones do PLATINALINE, o controverso kudurista Passing Toloba apelou ao Presidente da República, João Manuel Gonçalves Lourenço, para instituir uma...

    Eduardo Paim “chora” após singela homenagem de Calado Show

    Por: Helder Lourenço O consagrado Rei da Kizomba, Eduardo Paim, emocionou-se ao ser homenageado num evento intimista em Luanda pelo humorista Calado Show. Com palavras...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto