Petição criada por Sílvio Nascimento sobre produção do filme sobre Njinga Mbandi pela Netflix tem mais de 5 mil assinantes

1
553

Por: Hélio Cristóvão

Após Sílvio Nascimento criar uma petição contra a produção do filme que retrata a história da rainha angolana Njinga Mbandi, pela Netflix, muitas figuras públicas e pessoas anónimas decidiram prestar o seu apoio ao actor e produtor angolano, com o intuito de se rever a forma como a produção será feita (sem participação efectiva de angolanos no decorrer do processo de produção).

A menos de 24 horas desde a criação do documento oficial que exige respostas e reparação do erro, mais de cinco mil e seiscentas(5.600) pessoas assinaram a petição nas redes sociais, cujo número de assinantes necessários deve chegar, pelo menos, sete mil e quinhentas (7.500) pessoas.

Segundo Sílvio Nascimento, a Semba Comunicação mostrou, em 2013, o filme e a série Njinga Mbandi à Netflix, porém, a plataforma teria mostrado desinteresse nos conteúdos dos países africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP).

“Agora estão a fazer um documentário que consta a história da Rainha Njinga Mbandi, sem que Angola tenha algum benefício disso, não está a ser filmado em Angola, nem consta equipa técnica e actores angolanos, achamos isso repugnante e roça a usurpação cultural para benefício próprio, onde contam a nossa história sob o seu ponto de vista e muitas vezes distorcendo os factos reais usando a sua narrativa sobre nós, não podemos continuar a tolerar isso, exigimos respostas e reparação do erro, se vão contar a nossa história, que sejamos parte integrante do processo”, exigido.

De frisar que, o projecto em curso conta com a produção de Jada Pinkett Smith e o seu esposo Will Smith, sendo Jada Pinkett Smith a produtora executiva do referido trabalho.

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Noé Antônio canhanga
Noé Antônio canhanga
4 meses atrás

Tbm estou de acordo com a sugestão do actor Silvio nascimento