- Publicidade -

More

    Rappers angolanos levam disco às comunidades

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    O grupo de música rap Good Fellas, expressão que na gíria rapper norte-americana significa “Bons Companheiros”, apresenta dia 31, no Projecto Nova Vida, em Luanda, um disco de compilações (mixtape), intitulado “Invasão – De sul a norte”, durante uma sessão de venda e assinatura de autógrafos, com início às 8h00.
    Pontiack, o porta-voz do grupo, disse ao Jornal de Angola que é intenção dos Good Fellas levar este disco promocional às comunidades, com destaque para o Cazenga e Viana, onde têm agendada uma actividade similar, mais concretamente no Marco Histórico do Cazenga e na Casa da Juventude, respectivamente. O grupo tenciona, ainda, levar o disco aos estádios de futebol e aos mercados das comunas do município do Kilamba-Kiaxi.


    Sem avançar as datas, disse que “é ambição primordial do colectivo levar o projecto aos locais com grande concentração de pessoas, sobretudo jovens, para permitir uma maior divulgação da imagem do grupo”.

     


    Esta política foi adoptada para aproximar das periferias a música do grupo, marcando assim a diferença em relação aos outros artistas, que optam por apenas levarem a sua música aos locais convencionais, maioritariamente nas zonas urbanas. “Queremos procurar os fãs, ao invés deles irem ao nosso encontro”, explicou.

     


    O também disc-jockey considerou sugestivo o título do disco, “Invasão – De Sul a norte”, “por ser um trabalho devidamente estudado como experimentação no mercado musical angolano”. 
    Acrescentou que as músicas carregam mensagens críticas do rap e a realidade angolana. “Quem ouvir as músicas vai rever-se nelas, pois falam um pouco de tudo o que acontece nos quatro cantos do país. Quanto ao género rap, ele está numa fase decadente, pois há muitos cantores de sucesso com mensagens que atentam contra a concórdia”.


    Explicou que o objectivo é penetrar no subconsciente dos amantes da música e da poesia com mensagens de reflexão, para atrair o maior número de admiradores. 


    “Estamos a trabalhar a toda a força para que sejamos recordados quando se falar de rap em Angola e no exterior, como os SSP, Army Squad, Kalibrados, Força Suprema e os Black Company”.
    O produtor do grupo, Nimaz, revelou que a produção dos instrumentais foi inspirada em beats (batidas) americanos e clássicos lusófonos. “As músicas contêm extractos ou samples de sucessos norte-americanos e da lusofonia”.

     


    Produzida na Good Fellas Entertainment, em Luanda, o disco tem 15 temas e conta com as participações vocais de Malef, DJ Soneca, e C.D.A Gang, estando à venda a mil kwanzas.
    Conhecidos por actuarem em casas nocturnas e festas, o Good Fellas surgiu em 2009 e dele fazem parte Pontiack, Fat Nimaz e WS.

     

    ( com Jornal de angola 

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Benvindo Magalhães descarta possibilidade de algum dia apresentar Telejornal: “Nunca”

    Por: Sara Rodrigues O apresentador de TV e locutor de rádio Benvindo Magalhães deixou claro em entrevista ao Platinaline que jamais, na história da televisão...

    4ª edição do Unitel Estrelas ao Palco será emitida às quintas-feiras

    Por: Sérgio Flávio Fotos: Rosário Duarte Foi realizada hoje (28), nas instalações do canal ZAP Viva, uma conferência de imprensa para divulgar detalhes sobre a...

    De vencedor a membro da mesa de jurados: O brilhante percurso de Anderson Mário no Unitel Estrelas ao Palco

    Por: Sérgio Flávio Vencedor da primeira edição do concurso Unitel Estrelas ao Palco, Anderson Mário é um dos poucos concorrentes de projetos do gênero que...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto