- Publicidade -

More

    Recorda aqui os maiores conflitos no Hip Hop Americano

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

     

     

     

     

     

    Jay-Z e Nas: A guerra entre os rappers começou em 2001, quando Jay-Z chamou «falso» a Nas na letra da segunda faixa do álbum «Blueprint», e criticou o «flow» do rapper. Nas respondeu com um tema a criticar Jay-Z, acusando-o de ser «lambe-botas» de outros rappers, caso de Eminem. Jay-Z chegou mesmo a mostrar uma imagem de Prodigy, rapper associado a Nas, vestido de bailarina, para aumentar a disputa. Em 2005 os rappers fizeram as pazes e chegaram mesmo a colaborar em varios  temas: Black Republican,  é um deles.

     

     

    50 Cent e Ja Rule: O conflito terá começado em 2000 quando Ja Rule acusou 50 de lhe ter roubado jóias e aumentado quando a participação de 50 Cent num vídeo de Ja Rule foi retirada. Em Março de 2000, 50 Cent teve uma altercação com os associados da editora de Ja Rule, a «Murder Inc», que deixou o rapper com três facadas. O rapper Black Child tomou a responsabilidade do acto e disse que agiu em própria defesa. Cent e Rule têm vindo a trocar insultos desde aí e nunca conseguiram fazer as pazes.

     

    net_452x192

    Lil Kim e Nicki Minaj: Desde que Nicki Minaj começou a ter sucesso, que Lil Kim a tem atacado, acusando-a de ser uma cópia e dizendo que não precisa sequer de gravar um álbum para «abater» a rapper. Minaj tentou não se envolver na luta, mas afirmou: «cho que as pessoas me confundem com uma barbie verdadeira, esquecem-se de onde venho e se eu tiver que responder consigo e faço-o, por isso não brinquem comigo». Entretanto, Lil Kim parece não desistir e lançou a capa de um álbum onde Minaj surge decapitada.

     

    T.I e Lil Flip: Depois de um ano de ataques mútuos, enquanto batalhavam pelo título de «Rei do sul», os dois rappers e a suas equipas começaram uma luta à porta de uma casa de hambúrgueresp em Houston, terra natal de Lil Flip no ano de 2005. T.I terá ido ao local para criar um DVD que expunha T.I como uma fraude, em retaliação pelo tema «Fuck That Nigga», onde Flip ameaçava matar o rapper. J Prince terá acabado com a guerra quando convidou os rappers para se sentarem e falar

     

    Eminem e Everlast: A guerra começou em 2000 quando Everlast gravou uma música com os Dilate Peoples com a letra: «Cock My hammer, spita a Comet like Haley. I’ll buck a 380 on ones that act Shady», que se acredita ser uma referência a Hailie, filha de Eminem. O rapper retaliou com o tema «I Remember (Dedication To Whitney Ford)», que gozava com o estilo de Everlast. O tema «Shit On You», dos D12, aumentou a tensão e Everlast lançou o tema «Whitney’s Revenge», onde dizia para Eminem fazer um teste de ADN à filha. O rapper aumentou as ameaças e lançou «Hit ‘Em Up» onde ameaçava matar Everlast se ele voltasse a mencionar a sua filha. Desde aí que declararam tréguas.

    Westside Connection e Common: Em 1994, Common lançou o single «I used to Love H.E.R», que criticava o «Gangsta Rap» da Costa Oeste. Os Westside Connection responderam com a música «Westside Slaughterhouse». Common retaliou com a música «The Bitch and Yoo», que atacava Ice Cube, membro do grupo, em particular. Depois de se encontrar com Louis Farrakhan, os dois lados fizeram as pazes.

     

    50 Cent e Jadakiss: Jadakiss foi convidado de Ja Rul no tema ‘New York’ e os versos do rapper atacavam 50 Cent. Cent respondeu com o tema «Piggy Bank», onde toda a letra atacava Jadakiss, Ja Rule e Fat Joe. Jadakiss chegou mesmo a lançar quatro músicas contra 50: Checkmate, Problem Child, Shots Fired e Ms. Jackson. Cent respondeu com «I Run NY», até que os ânimos arrefeceram.

     

     

     

    Lil Kim e Foxy Brown: As rappers trocaram ataques há dez anos quando foram convidadas em temas de outros músicos. Os insultos de Lil Kim foram feitos no tema «Play Around», de Lil Cease, enquanto Brown atacou a advrsária na faixa «Bang Bang», de Capone-N-Noreaga. Os ânimos exaltaram-se a 25 de Fevereiro de 2001, quando as cantoras e as respectivas equipas se envolveram em conflito à porta dos estúdios «Hot 97», em Nova Iorque. Foram disparados vinte tiros e um membro da equipa foi alvejado no rabo. Nunca houve tréguas.

    Tupac e Notorious B.i.G: É a maior e mais sangrenta luta na história do Rap e acabou tragicamente com a morte de Tupac em 1996 e de Biggie um ano mais tarde. A rivalidade entre o rap da Costa Oeste vs. Costa Este começou quando Tupac acusou P. Diddy e Biggie de saberem previamente da sua tentativa de homícidio em 1994, que deixou Tupac com cinco ferimentos de balas. Notorious B.i.G negou as acusações e gozou com a situação no tema «Who Shot Ya?», ao qual Tupac respondeu em 1996, numa faixa onde dizia ter tido relações sexuais com a namorada de Biggie e gozava com o facto de Prodigy, amigo de B.i.G, sofrer de anemia falciforme. Os homícidios dos rappers continuam por explicar e são alvo de teorias da conspiração.

    The Game e 50 Cent: Os rappers estão em guerra desde o lançamento do álbum de estreia de The Game, «Documentary», em que 50 Cent e a G-Unit participam, e aumentou quando em 2005 o rapper atacou o colectivo G-Unit, do qual 50 Cent faz parte, ao colocá-los vestidos de caçadores de fantasmas na capa de uma mixtape. A G-Unit respondeu com uma imagem de The Game no corpo de uma stripper. 50 Cent disse ainda que não teve o crédito merecido no álbum de The Game, o que foi negado pelo rapper. Quando 50 Cent anunciou que The Game seria expulso da G-Unit, desenvolveu-se uma guerra à porta do «Hot 97», onde um dos membros da equipa de The Game foi alvejado.
    Jay-Z e R Kelly: A guerra começou quando os rappers entraram em digressão em 2004 para promover o álbum «Best Of Both Worlds». A digressão sofreu com tensão entre ambos desde o primeiro dia e teve o seu pico nos estadio de Chigago , quando Kelly parou o concerto por ter visto dois membros da audiência com armas. Quando voltou ao palco insinuou que tinha sido vítima de uma armadilha de um membro da equipa de Jay-Z que o atacou com spray pimenta. Kelly acabou por processar Jay-Z em 90 milhões de dólares por lucros perdidos e pelo incidente com spray-pimenta quando foi expulso da digressão.
    Soulja Boy e Ice-T: No Verão passado, Ice-TI apareceu na mixtape de DJ Cisco, onde atacou Soulja Boy. Em resposta, Soulja Boy publicou um vídeo no Youtube onde lia a página de wikipédia de Ice-T, que dizia que o rapper tinha nascido em 1958 e disse: «Nasceste antes da Internet ser inventada, como é que raio tu me encontraste?». Embora Ice-T tenha feito uma espécie de pedido de desculpas pelos comentários, não se retratou do facto de ter chamado «lixo» ao álbum de Soulja Boy, que depois publicou um cartoon na Internet onde gozava com Ice-T
    Share this
    Tags

    A Bombar

    Livro “O Abecedário Que Se Fingiu de Mudo” do moçambicano Ernesto Moamba será apresentado e encenado em Luanda

    O escritor moçambicano Ernesto Moamba irá realizar, nos dias 1 e 2 de Junho, em Luanda, um momento cultural e artístico para encenação e...

    Jovens angolanos desenvolvem motocicleta movida a gás butano

    Félix Sawembo, Filipe José, Mário Adriano e Saprinho Kaingona - recém-formados no curso de Máquinas e Motores pelo Instituto Politécnico Privado Pitágoras -uniram forças...

    Chelsea Dinorath celebra 60 milhões de streamings e renovação de contrato com a One RPM Brasil

    Por: Sérgio Flávio A cantora angolana Chelsea Dinorath, pertencente à Benga Boyz, de Preto Show, comemorou ontem (28) o alcance de 60 milhões de streaming...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto