- Publicidade -

More

    Scolari: «O responsável sou eu»

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Desapontado mas com um discurso frio e direto, o selecionador brasileiro Luiz Felipe Scolari analisou a hecatombe que levou à eliminação no Mundial’2014, admitindo, no entanto, que os seus jogadores e a própria equipa técnica tudo fizeram para seguir em frente.

    “Tentámos fazer aquilo que tínhamos condições para fazer. Demos o nosso melhor e perdemos diante de uma grande equipa, que teve qualidade para em seis minutos definir o jogo. Posso dizer que aquele primeiro golo foi um abanão, e com a qualidade deles, aproveitaram”, começou por dizer, em conferência de imprensa.

    “Não tínhamos condições para reagir. Peço desculpa ao povo brasileiro pela derrota, por não chegarmos à final, mas vamos continuar a trabalhar e a honrar a equipa e a camisola. Vamos jogar pelo terceiro lugar. Quero agradecer o apoio de todos, que mesmo a perder por 6 e 7 apoiaram”, prosseguiu.

    Questionado sobre quem era o responsável pela humilhação do Mineirão, Scolari foi claro: “Quem é o responsável quando a equipa se apresenta? Quem é o técnico, que assume as escolhas? Sou eu. O resultado catastrófico deve ser dividido pelo grupo, porque os jogadores assim o querem. Mas a escolha da parte tatica, sou eu. Por isso, o responsável fui eu!”

    “Até aos 20 minutos, o jogo estava equilibrado e nós estávamos bem melhor. Mas depois, golo de canto e mais cinco minutos… já tínhamos sofrido outros quatro. Houve um descontrolo, não é normal, mas acontece. Depois disso, temos de arriscar. Ninguém esperava este resultado, nem eles! Quando acabou o jogo, falamos, e eles disseram que não sabiam como isto aconteceu.”

    “Pagar dívida? Não tenho dívida, fiz o trabalho como sempre faço. Fiz o que achava melhor e mais correto. Tivemos uma derrota hoje. Desde há um ano, foi a terceira derrota. Certo que é uma derrota horrível pelo resultado que foi… Mas depois de estar 5-0 vamos correr atrás para honrar a camisola. Não é uma questão de dívida nem de crédito.”

    “Reinventar porque perdemos um jogo? Desta equipa, 12, 13 ou 14 vão estar em 2018. É um caminho que está a ser feito. Essa equipa alemã jogou em 2010, alguns até estiveram no Euro’2008. Dos nossos, em 23, uns 13 devem estar no Mundial’2018”, explicou

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Banco Bic abre inscrições para o crescer juntos e homenageia empresas co-investidoras

    O Banco BIC abriu nesta segunda-feira, 17 de Junho, as inscrições deste ano para ONGs, Fundações e Associações que necessitam de recursos financeiros e...

    Clénio & Clésio Gomes são os mais recentes acionistas do Luanda City, equipa recentemente promovida ao Girabola

    Clénio & Clésio Gomes são os mais recentes acionistas do Luanda City, equipa recentemente promovida ao Girabola É com imenso prazer que anunciamos a nossa...

    Jornalista Dalila Prata destaca-se no 21º Fórum Meteoclimatic no Média Workshop em Darmstadt (Alemanha)

    Por: Luizão Cabulo A jornalista angolana Dalila Prata destacou-se no 21º Fórum Meteoclimatic no Média Workshop em Darmstadt, Alemanha, representando Angola e a "TPA online"...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto