- Publicidade -

More

    Start zero zero : o projecto que visa desenvolver oportunidades económicas, sociais e ambientais nos PALOP através da organização de campeonatos de Surf

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    START ZERO ZERO nasceu em Março de 2021, pelas mãos de Francisca Sequeira, Veridiana Bressane e Maria Magalhães, mulheres unidas pelos mesmos valores, língua e paixão pelos desportos de prancha, com o objectivo de promover a transformação sustentável na Comunidade de Países de Língua Portuguesa, através do surf, como ferramenta de integração social. 

    O START ZERO ZERO é assim um projecto que visa a criação e desenvolvimento de oportunidades económicas, sociais e ambientais na comunidade de países de Língua Portuguesa e uni-los através da organização de campeonatos de surf. Esta prática desportiva, que foi em 2016 reconhecida como desporto olímpico, levou a que estas três mulheres se juntassem na criação de um conceito que permita promover o desenvolvimento sustentável do surf na Comunidade de Países de Língua Portuguesa.

    Em Setembro de 2021 realizar-se-á o PRO SURF São Tomé – o primeiro circuito de surf nacional naquele país, transmitido em directo internacionalmente. Este vai ser o 1º circuito de surf nacional de São Tomé e Príncipe, transmitido em live streaming. Será o 5º campeonato de surf nacional e que conta, pela primeira vez na história do país, com uma competição feminina de iniciadas.

    Com o objectivo de dar maior visibilidade a esta temática, assim como aumentar os fundos disponíveis para apoiar a integração social destas desportistas, Francisca Sequeira, Veridiana Bressane e Maria Magalhães criaram a OMALI SURF WEEK, uma viagem exclusiva a decorrer paralelamente ao campeonato e onde participarão atletas de surf, influenciadores digitais, artistas e activistas sociais e ambientais. A organização conta ter uma comitiva de personalidades internacionais que se tornarão os Embaixadores da primeira edição deste evento desportivo que tem como primeira paragem São Tomé mas que ambiciona estender-se aos restantes países da CPLP.

    Durante esta semana, serão desenvolvidas diferentes actividades dedicadas à comunidade, como Talks e Workshops, acções cívicas como limpeza de praias, em parceria com a Sea Sheperd e sessões de surf com a comunidade local. A organização vai doar parte dos resultados da operação do campeonato à ONG SOMA – “Surfistas Orgulhosas na Mulher d’África”, um programa de Surf Therapy como ferramenta de empoderamento feminino em São Tomé e Príncipe que luta pelo combate à desigualdade de género neste país. 

    O projecto já reuniu parceiros de media em 3 continentes (Waves – Brasil, Zap Viva – Angola, RTP África – África e Portugal, Beachcam, Fuel Tv – Portugal) e conta com um alcance de milhões de pessoas, transformando-se num evento de oportunidade para entidades e marcas se envolverem, beneficiando de visibilidade e trazendo um propósito maior para as suas actividades corporativas e políticas de responsabilidade social. De referir também que a organização do campeonato, objectiva também aumentar o fluxo turístico de São Tomé e tem a contratação da operação focada em empresas nacionais, de maneira a contribuir o mais possível para a economia local. 

    Sobre as mentoras e organizadoras: 

    Francisca Sequeira é portuguesa, trabalhou como assistente de bordo, o que lhe trouxe uma relação muito próxima com São Tomé desde 2018. Durante o início da pandemia fundou a SOMA, que significa “Surfistas Orgulhosas na Mulher d’África”, um programa de Surf Therapy como ferramenta de empoderamento feminino em São Tomé e Príncipe. É a responsável pela primeira geração de surfistas femininas no país. 

    Veridiana Bressane, brasileira, fundou em 2009 a Girls On Board no Brasil, uma plataforma de conteúdo 360o que incentiva as mulheres à prática de desportos, à promoção da qualidade de vida e a espiritualidade. Está em Portugal desde 2017, tendo-se tornado uma das Startups Portuguesas. 

    Maria, também portuguesa, professora e empresária, desenvolve projetos na área da comunicação, marketing e produção, maioritariamente com os departamentos de responsabilidade social corporativa e ONGs, na sua empresa, a Brand New Territories. 

     

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Ampliação e melhoria dos serviços obrigam transferência da Administração do Kilamba para K.K. 5000

    A partir do dia 22 do mês em curso, a Administração do Distrito Urbano do Kilamba irá transferir os seus serviços para o antigo...

    Telma Lee diz que os momentos mais difíceis da carreira foram quando se envolveu em polémicas: “Várias vezes pensei em desistir”

    Durante uma entrevista feita no programa Dia Alegre, da PLATINA FM (96.8), na manhã desta Quarta-feira (17), a cantora angolana Telma Lee disse...

    Anderson Mário conta que no início da carreira alguns familiares cogitaram que usaria feitiço para ter sucesso

    Por: Nunes Hebo Na nossa sociedade, são muitos os registos de se associar o sucesso, sobretudo, artístico, a práticas de feitiçaria. Quem diz passar...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto