- Publicidade -

More

    Suzana Lubrano está em digressão em Angola

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    O actual momento da música angolana, com o lançamento regular de obras discográficas de qualidade, está a impressionar a cantora luso-caboverdiana Suzanna Lubrano, que iniciou no último fim-de-semana uma tournée por Luanda, Benguela, Huíla e Namibe.


    A “diva do zouk” revelou ao Jornal de Angola que Angola tem excelentes vozes de jazz, semba e kizomba, com potencial para ganhar prémios internacionais.“A música angolana teve um crescimento impressionante. Nos últimos anos surgiram excelentes vozes e músicas com muita qualidade, o que alegra qualquer amigo de Angola”, frisou.


    Disse que tem conquistado prémios devido às políticas de promoção e divulgação do seu trabalho, quer em Cabo Verde quer no estrangeiro, sobretudo na Europa e particularmente na Holanda, onde reside.
    Suzanna Lubrano explicou que, no caso do prémio Kora, que se realiza anualmente na África da Sul, os músicos angolanos têm potencial para inscrever o nome do país na galeria dos vencedores, mas para tal precisam de políticas promocionais mais abrangentes.

     


    “São as pessoas que escolhem e muitas delas são influenciadas pelo sucesso das músicas e a quantidade de vezes que tomam contacto com elas”, justificou.A artista, que se considera “amiga de Angola”, realçou que tem acompanhado o cenário musical angolano, em especial as vozes femininas, e que estas têm evoluído cada vez mais.“Tenho a registar as duas Yola, Semedo e Araújo, que têm vozes maravilhosas e que ainda vão chegar muito longe”, exemplificou.


    Suzanna Lubrano encontra-se em Luanda desde sábado último, onde realizou um espectáculo na discoteca Lookal, na Ilha de Luanda, alusivo aos 15 anos de carreira, e no dia seguinte, no hotel Kukina, no Benfica.


    A cantora cabo-verdiana actuou ontem em Benguela, hoje canta no Namibe e amanhã no Lubango. Os espectáculos contam com a participação de artistas angolanos.  
    Entre os discos individuais editados constam “Sem bo nes mund”, 1997, “Fofo”, 1999, “Tudo Pa Bo”, 2002, “Saída”, 2008 e “Festa Mascarado”, 2009. Na companhia de outros artistas lançou, em 2007, o projecto “Lights Out DJ’s & Suzanna”, intitulado “In The Mix”.

     


    Em 2003, a cantora recebeu os troféus de “Melhor Voz Feminina da África Ocidental” e “Melhor Voz Feminina Africana” no Kora Awards, o mais prestigiado concurso musical do continente africano.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Protteja Seguros aposta em parcerias sustentáveis

    PROTTEJA SEGUROS comunica a todos os seus clientes e parceiros a expansão do seu nível de coberturas em Angola e além-fronteiras (Portugal, África do...

    Africell lança campanha de diversificação de agentes com foco na criação de novos negócios:

    | A Africell está a abrir as suas portas para que empresas e particulares se tornem Agentes de Recargas Electrónicas (EVC) da Africell numa...

    ZAP proporciona momento mágico a mais de 170 crianças de lares Vidas ZAP com o grande “Show do Panda E Os Caricas”.

    Luanda, 11 de Junho de 2024 – No dia 7 de Junho, a ZAP reuniu mais de 150 crianças, na acção Vidas ZAP "Show...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto