Talibãs proíbem mulheres de viajar sem companhia de homens

0
82
TOPSHOT - This picture taken on November 16, 2021 shows women sitting inside their classroom at Noorania school, in Sharan city, in the Paktika province. - When the Taliban overran the village of Nawabad in central Afghanistan, fighting stopped but lessons carried on at the local girls' high school. (Photo by Hector RETAMAL / AFP) / TO GO WITH: Afghanistan-conflict-women-education, FOCUS by Elise Blanchard

Os talibãs anunciaram, este domingo, que as mulheres têm que ser acompanhadas por um parente do sexo masculino para realizarem viagens de longa distância e recomendaram aos motoristas que aceitem apenas as passageiras que tenham véu islâmico.

A recomendação, que circula nas redes sociais desde sábado, foi divulgada pelo Ministério para a Promoção da Virtude e da Prevenção do Vício.

As mulheres que viajem mais de 45 milhas [cerca de 72 quilómetros] não podem deslocar-se se não forem acompanhadas por um parente próximo”, reiterou hoje o porta-voz do ministério Sadeq Akif Muhajir, em declarações à Agência France Presse (AFP), especificando que esse “parente próximo” deve ser um homem.

Desde agosto, quando reassumiram o controlo do território afegão, os talibãs impuseram várias restrições às mulheres em matérias como trabalho e educação.

“A nova ordem vai […] tornar as mulheres prisioneiras”, afirmou Heather Barr da organização não governamental (ONG) Human Rights Watch, acrescentando que, a cada dia, os pontos de vista dos talibãs sobre os direitos das mulheres ficam mais claros.

Os talibãs regressaram ao poder em Cabul em meados de agosto deste ano, aproveitando a retirada militar dos ocidentais e a queda do Governo afegão por eles apoiado, após 20 anos de guerra sangrenta.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments