- Publicidade -

More

    Temporada pós-Mourinho é sempre a perder

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    FC Porto, Chelsea e Inter, são os três clubes que sofreram a “maldição” da temporada pós-Mourinho. Os números mostram bem que nenhuma delas foi agradável O técnico português conquistou o Mundo ao serviço do FC Porto e em 2004 decidiu rumar a Inglaterra para treinar o Chelsea. Na temporada 2004/2005, os azuis e brancos viveram momentos catastróficos. Três treinadores passaram pelo banco do clube (Luigi Del Neri, Victor Fernández e José Couceiro) e o FC Porto acabou por terminar a época no segundo lugar do campeonato, foi eliminado nos oitavos-de-final da Champions pelo Inter, nos 16 avos de final da Taça de Portugal e perdeu a final da Supertaça frente ao Valencia. Resumindo: o FC Porto perdeu tudo quando Mourinho saiu.

    Depois foi a vez do Chelsea, onde após a sua saída houve mais uma verdadeira dança de cadeiras no banco de suplentes. Foram quatro treinadores, em praticamente duas temporadas, que Abramovich teve de contratar para conseguir atingir o patamar Mourinho. Mas aparentemente, nunca conseguiu, porque voltou agora a assinar contrato com o técnico, dando-lhe quase tudo o que ele pediu. Vamos a contas mais concretas: Abramovich escolheu Avram Grant para substituir Mou a partir de 20 de setembro de 2007. Os blues acabaram o campeonato em segundo, caíram na 6.ª ronda da Taça de Inglaterra, foram vice-campeões europeus e perderam a final da Taça da Liga.

    No ano seguinte, Abramovich teve mais três treinadores (Scolari, Ray Wilkins e Guus Hiddink), acabou o campeonato em terceiro e não ganhou qualquer título. Após a aventura em Inglaterra, Mourinho decidiu rumar a Itália, ao Inter Milão, onde mais uma vez foi vitorioso e onde, mais uma vez, deixou mazelas. Na primeira temporada pós-Mourinho voltou a haver mais do que um treinador, com o clube italiano a contratar Benítez e Leonardo.

    O Inter acabou por terminar o campeonato no 2.º lugar, concluiu a sua participação na Champions ainda nos oitavos-de-final e perdeu a Supertaça para o Atlético Madrid. Agora é a vez de Carlo Ancelotti viver na sombra de Mourinho. O técnico italiano tem vários recordes deixados pelo técnico português e vai certamente querer ultrapassar os 100 pontos na liga espanhola que Mourinho conseguiu atingir. O novo treinador do Chelsea deixou ainda o recorde de 15 vitórias consecutivas em todas as competições, 10 jogos consecutivos a vencer fora na La Liga, 32 vitórias no campeonato e 16 jogos ganhos fora de casa também na liga espanhola. No final, Mou deixa ainda a melhor percentagem de vitórias de sempre da história dos merengues (71,9%) e o maior número de golos alcançados pelo clube no campeonato espanhol (121). Uma verdadeira lista digna de meter medo a qualquer treinador do Mundo. Resta saber se Carlo Ancelotti terá medo de suceder ao técnico português, como tem acontecido anteriormente, ou o irá encarar com naturalidade.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Africell lança campanha de diversificação de agentes com foco na criação de novos negócios:

    | A Africell está a abrir as suas portas para que empresas e particulares se tornem Agentes de Recargas Electrónicas (EVC) da Africell numa...

    ZAP proporciona momento mágico a mais de 170 crianças de lares Vidas ZAP com o grande “Show do Panda E Os Caricas”.

    Luanda, 11 de Junho de 2024 – No dia 7 de Junho, a ZAP reuniu mais de 150 crianças, na acção Vidas ZAP "Show...

    Guitarrista Texas cobra 50 mil kwanzas para colaborações musicais

    Por: Helder Lourenço O guitarrista angolano Texas revelou, em entrevista ao programa "Dia Alegre" da Platina FM (96.8), que cobra apenas 50 mil kwanzas por...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto