- Publicidade -

More

    Anselmo Ralph – Muito Mais que um Intérprete

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Por  Cláudio Kiala.

    Para mim um dos melhores músicos que Angola viu desde sempre, digo sem medo de errar e explico porquê. Estou longe de saber sequer 1/3 daquilo que foi a trajectória da música em Angola, desde os tempos mais remotos até agora e principalmente por não ser um certificado profissional crítico musical, talvez a minha opinião perca consideração, mas ainda assim irei dizer o que penso.

    Quando digo que Anselmo Ralph é um músico completo, e se calhar um dos poucos em Angola, não me refiro apenas no que concerne a gravar músicas que agradam os meus ouvidos e vender mais de 25 mil cópias num país onde este número representa mais do que a média, mas sim um conjunto de factores que fazem com que ele seja sempre um nome de referência – e melhor de tudo – positiva.
    Só no lado musical, Anselmo Ralph é um dos poucos músicos angolanos que tem conseguido se superar constantemente, a cada novo trabalho, a cada nova aparição ao mercado, a cada nova criação. O seu primeiro álbum foi um estrondo que marcou o até então sucesso crescente da sua popularidade e sucesso. As obras seguintes tiveram cuidadosamente um toque de criatividade o que as tornava cada vez mais distintas (embora em talvez uma não tenha sido muito diferente da anterior, mas não deixou de ser uma excelente obra), se superando cada vez mais e mais.
    O que me cativa na música deste jovem angolano é acomplexidade nas letras simples de se ouvir e se acatar, sem muita ciência no vocabulário, porém ainda poesia pura cantada em melodias cativantes que prendem na mente de qualquer um, seja amante do estilo ou não. Muito mais que apenas um intérprete e compositor, Anselmo Ralph é um psicólogo/terapeuta/sociólogo que sabe exactamente a necessidade dos seus ouvintes; Que sabe os problemas que a maioria passa e trata de cuidadosamente fazer com que cada um se identifique na mensagem clara que passa pelas suas músicas. Muitos cantores falam de traição, amor e outros temas comuns, mas ainda sinto alguma falta de intimidade e profundeza nos seus temas que ainda me soam muito artificiais na tentativa de simplesmente ter a atenção do povo, mas Anselmo faz diferente, na minha sincera opinião. Posso arriscar dizer: “Que atire a primeira pedra a mulher que nunca chorou ou sentiu profundo ao ouvir um tema do Anselmo” (risos infinitos).
    Além do lado psicólogo na música há o lado psicólogo nas suas campanhas de marketing. Não sei se Anselmo estudou Marketing ou há uma equipa extremamente profissional por detrás destas bem sucedidas campanhas mas pelo que me lembre, ele foi o único artista da actualidade que se atreveu a promover um CD de 5 ou 7 músicas com apenas teasers de 10 segundos nas Tvs e Salas de cinema, em que nenhuma dessas músicas foi ouvida passar em algum  instante na rádio durante a fase de promoção mas que ainda assim vendeu mais de vinte mil cópias desrespeitando involuntariamente aqueles que fazem promoções de dois anos de um álbum que nunca sai. (outros risos mesmo altos)

    Eu o chamaria um “exemplo de músico angolano”, pois pelo que ainda me lembro, nós somos um povo conservador, e esse conservadorismo  merece ser levado em conta. Boa parte dos músicos angolanos mais famosos sente a necessidade de criar um escândalo/situação para dar um buzz à sua imagem. Uns preferem aparições escandalosas, outros dizer coisas minuciosas, outros envolvidos em escândalos que podiam nunca vir a público, outros em criar relacionamentos polémicos, enfim, são vários. Eu nunca vi Anselmo Ralph envolvido em casos escandalosos. O que eu ouvi/vi foram tentativas desesperadas executadas por um bando de admiradores desocupados de tentar denegrir a sua imagem por especulações absurdas da sua vida pessoal, mas que Anselmo soube manter uma postura muito madura.

    A seguir tem o lado empreendedor, com o lançamento do perfume e – segundo ele mesmo – brevemente os óculos, o filme e creio que Shampoo. Magnífico. Não o conheço pessoalmente, mas ele deixa transparecer uma imagem humilde e madura. Desde o primeiro álbum que ouço falar de Aires (o produtor), que ao que parece continuam firmes mesmo agora em tempos de “vacas gordas”.
    Desejo todo o sucesso do mundo à este músico angolano, e exemplo para muitos.

    Por  Cláudio Kiala.
    o artigo original pode ser lido no seu Blog Pessoal
    (http://buscadoego.blogspot.com/2011/11/anselmo-ralph-muito-mais-que-um.html)
    Share this
    Tags

    A Bombar

    Casal presidencial passeia pelas dunas do Parque Nacional do Iona

         O Presidente da República andou de moto nas dunas do Parque Nacional do Iona. Um momento de descontracção com o qual lançou um...

    TAAG põe fim a acordo com Hi-Fly e volta a assegurar na totalidade voos Luanda-Lisboa

    No seguimento do plano de manutenção e recuperação da frota e, no sentido de responder melhor às necessidades do mercado e a estratégia de...

    Hildebrando de Melo na 15º Bienal de Havana em Cuba

    A 15ª Bienal de Havana, que ocorrerá de 15 de novembro de 2024 a 28 de fevereiro de 2025, contará com a presença do...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Visit arnan.me

    Mais como isto