- Publicidade -

More

    Banda alemã Alphaville já em Luanda para show exclusivo

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

     

    O grupo musical alemão Alphaville, que se notabilizou nos anos 80, chegou esta noite a capital angolana, para a realização de um único concerto dia 19 deste mês (Sábado), às 19h00, no Dream Space, com a participação de apenas dois músicos nacionais.

    O show será o quarto da banda em África e o primeiro em Angola, tendo já passado pela Namíbia, Tanzânia e África do Sul. O mesmo resulta de um convite do Dream Space Eventos e ao mesmo tempo enquadra-se numa tournée que está a realizar pelo mundo.

    Paul G e Tatiana Durão são os únicos músicos angolanos que repartirão o palco com os Alphaville, assim como a sul-africana Mpumi. Após a actuação destes astros mundiais, a actividade continuará com animações a cargo dos discos jockeys nacionais Paulo Alves, Ricardo Alves e Celso Gado.

    Em breves declarações à imprensa angolana, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, o líder do quarteto, Marian Gold, manifestou-se feliz pela oportunidade de conhecer a Angola, pelo que prometeu, entretanto, um espectáculo electrizante e com muitas surpresas.

    “Sabemos que Angola é um país africano que viveu em guerra longos anos, mas que actualmente está em franco desenvolvimento e atrair o mundo inteiro. Estamos cá pela primeira vez e garantimos que vamos proporcionar aos fãs um bom show ao nosso habitual jeito (….)”, resumiu.

    No país, o grupo permanecerá quase uma semana, uma vez que visitará alguns locais turísticos, participará de programas radiofónicos e televisivos, além de eventualmente vir a manter algum intercâmbio com artistas nacionais, de acordo com a agenda de trabalho a que a Angop teve acesso.

    Entre os pontos a visitar constam o Mercado do Artesanato e a Ilha do Cabo. O programa de actividade em solo angolano inclui igualmente passeios livres pela zona litoral da cidade capital.

    A banda Alphaville está mergulhada no estilo musical synthpop e granjeou enorme popularidade nos anos 1980. É integrada por Marien Gold, Martin Lister, Davd Goodes e Jakob Kierchh, tendo-se tornada mais famosa pelos sucessos discográficos e musicais “Big in Japan”, “Forever Young” e “Sounds Like A Melody”.

    Conta na sua vasta discografia com os álbuns Big in Japan (1984), Forever Young (1986), Sounds Like A Melody (1988), The Breathtaking Blue (1989), First Harvest 1984-92 (1992), Prostitute (1994), Salvation (1997), Salvation (EUA-1999) e Dreamscapes (Limited 8Cds-99).

    Destacam-se ainda os discos Visions – of Dreamscapes (Brasil-1999),

    Stark Naked and Absolutely Live (2000), Forever Pop (2001), Crazy Show Excerpts (2003), Crazy Show (Limited-2003), Catching Rays on Giant (2010), Catching Rays on Giant (Deluxe+ DVD, 2010), assim como os singles “A Victory of Love”, “Jet Set”, “Dance With Me” e outros 23.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Evento com Leandro Karnal em Angola Tem Procura de Ingressos Recorde

    A febre pelo conhecimento e desenvolvimento pessoal dispertou muito interesse dos angolanos> ! O evento CONNECT, que traz o renomado historiador, escritor e professor...

    Pedro Gonçalves chega à marca dos 50 jogos com Palancas Negras

    Por: Helder Lourenço O seleccionador Pedro Gonçalves atingiu a marca dos 50 jogos como timoneiro da selecção nacional de Angola e descreve este marco como...

    Sérgio Moikano revela motivos que o levaram a sair do grupo “Deixaram-me no Zango 8 mil, saí de lá de candongueiro às 3h, só...

    Durante uma entrevista feita, recentemente, no programa 'A Tarde é Nossa', da Tv Zimbo, o kudurista angolano Sérgio Moikano revelou verdadeiramente os motivos que...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto