- Publicidade -

More

    Bíliz Negra 1.1 (versão obscura) o Dogma Imutável de Raf Tag

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

     

    Alguns dicionários definem o dogma como sendo a “verdade absoluta; ponto fundamental indiscutível; ou ainda o que se pensa ser verdade”, entretanto ao abono da verdade algumas palavras soltas, proferidas em forma de revolta têm a particularidade de se imortalizarem com o tempo. Tempo este ora tratado como o melhor dos remédios, ora como o melhor mediador de conflitos, na qual os americanos ousaram-no tratar como “ o dinheiro” na sua mais pura forma, porém quando se vive abaixo da linha da miséria mental, espiritual e financeira, o tempo é o único recurso escasso e valioso disponível para aspirar por bons ventos de glória e prosperidade.

    Camufingo__RAF_TAG_-_Biliz_Negra_1.1_Versao_Obscura2014.jpg

    O dogma uma vez mais provou-se imutável, e o tempo trouxe-nos o Hip-Hop Underground de volta a “Origem” com o verdadeiro Hard-Core Rap, na métrica e liricologia de RAF TAG e Maquinologia de CAMUFINGO. Bíliz Negra, é a reascensão do Presidente do MHCA, a reascensão do Rei do Rompimento, a reascensão da maior fonte de inspiração do “Underground Konsciente” feito em Angola.

    Quem conhece o RAF e acompanha os seus trabalhos, facilmente notará alguns elementos a ele característico neste projecto, a começar pela introdução “Gritos” que nos leva a viajar pelo tempo, mas propriamente ao ISHING a Ciphra da Lua Negra em 2002; em “ Exilados” remete-nos a primeira musica totalmente autobiográfica ( se a memoria não nos atraiçoa) aonde sem magoas ou preconceitos, descreve todas as memorias, frustrações, conquistas e sonhos que contribuíram para a formação da sua personalidade; na faixa seguinte, a “Historia trágica atribulada contínua” o nosso suspeito de costume, faz a exemplo do que vinha fazendo desde o DEMONOCRACIA uma ligeira aproximação a superfície com um lirismo mais nu e cru sem metáforas a La Horror- Core, sim porque 50% do Movimento Hip-Hop Angolano da década de 2000, fez do RAF TAG um RENEGADO dado as metáforas que usava no seu mais elevado nível de liricismo, porém essa mesma parcela hoje (14 anos depois) exalta metáforas ou apologias ao álcool e droga como uma inovação no Hip-Hop Angolano…enfim! Nessa faixa (a historia trágica atribulada continua) o RAF faz se mais perceptível, alias o projecto todo tem esse cuidado, entretanto nesse som o imortal, apenas mostra que se descodificado antes, sempre esteve cá com o mesmo nível lírico e com um Q.I acima da média.

    Sempre fiel as raízes do MHCA, BZB vem logo a seguir como o parceiro de costume (segundo as contas já lá vão mais de 10 anos), na faixa “Passos da extinção tecnológica” RAF e BZB questionam: Quem sabe na verdade aonde caminha a humanidade? E como sempre o próprio Rei do Rompimento, tem a resposta:

    – O Maior inimigo da Humanidade é a nossa própria individualidade e ela caminha a passos largos para a sua extinção.

    E fica aqui a dica, para os amantes do Boom Bap, essa faixa é mais phat de sempre… portanto “MC´s” aconselho-os a rezar para que o RAF não cisme com essa cadência e resolva lançar um LP, porque seria morte certa para os neighbors.

    Infelizmente o Bíliz é apenas um E.P de 4 faixas e uma intro, tendo como o ultimo suspiro a “Mudança Impossível” com VAIZARD, aonde RAF faz gosto ao MHCA e dispara verdadeiras rimas de pura emancipação mental, despidas de cinismo e decreta: È impossível vermos uma Angola melhor nos nossos dias.

    São cerca de 16 minutos de uma rica experiencia sonora, com mistura e masterização a altura de um trabalho digno de excelência. A única nota negativa é que o Biliz vem em versão electrónica em formato free download (nada contra a boa vontade do artista) mas de facto este projecto é digno de um CD em formato físico. Contudo, bem-haja o Hip-Hop, bem-haja o Underground! Obrigado RAF pela força, determinação e coragem, pois Rei que é Rei, nunca perde a Majestade.

    https://mega.co.nz/#!lVUVxZBS!j2XYZW6Te80EJla2oKu_vjSHXtGX54tH1kbwRb5qDWM

     

      José Lino

      02.09.2014

    Share this
    Tags

    A Bombar

    BAI apresenta soluções de financiamento às Pequenas e Médias Empresas

    O BAI – Banco Angolano de Investimentos S.A., em parceria com a Associação Industrial de Angola (AIA), realiza em todo o país, durante o...

    Cle Entertainment e Erque Chabango Rent Car Unem Forças para Apoiar a Cultura e Juventude Angolana

    Nesta segunda-feira, duas das maiores empresas em seus respectivos setores em Angola anunciaram uma importante parceria com foco no apoio à cultura e juventude...

    Hélio Taveira reconhece crescimento profissional da ex-companheira de programa “Stela de Carvalho”

    Por: Nunes Hebo Ausente dos holofotes há alguns anos, o ex-apresentador do programa “Viva a Tarde”, do canal Zap Viva, Hélio Taveira, reconheceu, recentemente no...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto