- Publicidade -

More

    Covid-19: Igrejas em Luanda e Cuanza Norte continuam encerradas

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    De acordo com a ministra, que falava na habitual conferência de imprensa de actualização de dados da Covid-19, tal medida deve-se ao facto de serem as duas províncias que registam, até à presente data, casos positivos e merecerem de uma atenção especial.

    Segundo o Decreto Presidencial sobre a Situação de Calamidade, a partir de 24 de Junho, as igrejas reabrem com limitação de até 50 por cento da capacidade dos locais de culto, não superior a 150 pessoas.

    As instituições religiosas poderão celebrar actividades 4 dias por semana, sendo que os restantes dias são reservados à higienização dos locais de culto.

    Deverão higienizar as superfícies, as mãos à entrada dos locais de culto, uso obrigatório de máscara facial, distanciamento de, no mínimo, 2 metros entre fiéis, ventilação constante dos espaços de culto e higienização obrigatória após cada celebração.

    O Executivo determina ainda a não utilização ou distribuição de folhetos ou documentos, durante os cultos, e a colocação dos recipientes para oferta em locais de fácil acesso, entre outras medidas de prevenção e segurança.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Micklate, a grande vencedora do 40º Elite Model Look World Final

    Depois de 5 dias de avaliação intensa para a 40ª edição do mais prestigiado concurso internacional de modelos, em Praga, MICKLATE MACOBOLA triunfou, destacou-se...

    NOSSA Seguros é a primeira seguradora a receber o selo Feito em Angola

    A NOSSA Seguros tem a honra de ser a primeira seguradora a receber o selo "Feito em Angola", uma certificação que reconhece o compromisso...

    BAI apresenta soluções de financiamento às Pequenas e Médias Empresas

    O BAI – Banco Angolano de Investimentos S.A., em parceria com a Associação Industrial de Angola (AIA), realiza em todo o país, durante o...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto